- - - - - - - -- - - - - - - -- - - - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

SAÍDAS II
Cidades que não criaram comitês terão alimentos

BRASÍLIA - As cidades que não criaram comitês para fiscalizar a distribuição de cestas básicas receberão, mesmo assim, alimentos do Governo, informou o Ministro da Justiça, Renan Calheiros. Termina, hoje, o prazo do Governo para que 323 cidades, ainda não assistidas por cestas básicas federais, criem comitês municipais, responsáveis pela fiscalização da distribuição dos alimentos. "Onde não for criado o comitê, o Governo vai fazer a distribuição por meio da defesa civil estadual", explicou.

Das 1.209 cidades atingidas pela seca, o Governo atendeu 450 e outras 436 estão incluídas no programa Comunidade Solidária. Policiais vão impedir, segundo o ministro, o "uso político da fome". Ele anunciou também a criação da linha telefônica 0800-610022 para recebimento de denúncias de incitação à violência e ao saque. Amanhã, nova reunião na Sudene vai definir nomes de vítimas que participarão de frentes de produtividade. Nos nove Estados do Nordeste, haverá uma coordenação central do secretário de segurança pública para recolher informações sobre casos de incitação ao crime.




   

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes