- - - - - - - -- - - - - - - -- - - - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

MOTIM
Menores se rebelam no Rio e depredam as celas de presídio

RIO - Cinco menores e 10 policiais ficaram levemente feridos, na noite do último domingo, no Presídio Muniz Sodré, em Bangu, zona norte do Rio. Os policiais foram ao local conter uma rebelião, iniciada logo após o final da festa em comemoração ao Dia das Mães. Os menores queimaram colchões e depredaram as celas. O motivo do motim seriam maus tratos. Foi a terceira rebelião em um mês. Não houve fugas.

O presídio, com capacidade para 120 menores, abriga 320 e ficou completamente destruído após quatro horas de rebelião. Os internos tiveram que dormir no pátio. A rebelião começou por volta das 20h e os guardas pediram reforços quando os menores passaram a depredar as instalações e queimar colchões em frente ao portão principal. Cerca de 80 policiais do Batalhão de Choque foram mobilizados para conter o motim.




   

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes