- - - - - - - -- - - - - - - -- - - - -- - - ---Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

ASSASSINATO
Discussão termina em morte em Igarassu

O ajudante de pedreiro Wanderley Severino de Sena, 30 anos, foi morto com um tiro de revólver no pescoço, na frente da casa do amigo, Amauri Alexandre da Silva, 36, que saiu ferido numa das pernas e abdômen. O crime ocorreu por volta das 15h30 do domingo (10), em Cruz de Rebouças, Igarassu. Segundo testemunhas, o assassino é um morador do bairro, mas sua identidade ainda é desconhecida da polícia.

De acordo com o servente Edvan Firmino Batista, 38, cunhado de Wanderley, o criminoso dirigia um Fiat de cor verde e estava acompanhado da mãe, que, aos gritos, pediu-lhe para que não atirasse. Moradores do local informaram aos policiais de plantão no HR, para onde as vítimas foram levadas, que houve uma discussão entre o criminoso e as vítimas.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes