- - - - - - - -- - - - - - - -- - - - -- - - ---Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

VIOLÊNCIA
Assalto a um carro-forte provoca pânico e correria

Um carro-forte da Liserve Segurança de Valores foi assaltado, no final da tarde de ontem, por oito homens, em frente à agência do Banco Real, em Boa Viagem. Tumulto e pânico tomaram conta do ambiente e das pessoas que passavam pelo local. Carros foram abandonados em meio à Avenida Domingos Ferreira, segundo testemunhas. O assalto teria ocorrido às 17h20 e apenas o vigilante Marcelino Pedro da Silva, 38 anos, foi atingido com quatro tiros de pistola e revólver 38, mas não corre risco de vida.

Munidos de metralhadoras, pistolas e revólveres, os assaltantes teriam chegado ao local a pé, carregando isopores de venda de picolés, onde mantinham as armas escondidas. Em cinco minutos, renderam os vigilantes da empresa de segurança, que reagiram. Tiros foram trocados, tanto de dentro da agência, como de fora. Estilhaços de vidro ficaram espalhados por toda a entrada do prédio e cerca de oito tiros, pelo menos, foram disparados, alguns de pistola semi-automática de 9 mm.

Segundo o vigilante, os ladrões teriam levado três malotes. O gerente da agência, João Marcos, não revelou a quantia roubada, mas a reportagem apurou que nas sacolas havia cerca de R$ 20 mil. A polícia acredita que um vendedor de cachorro quente tem envolvimento com o crime, pois a barraca foi abandonada pelo comerciante.

O ambulante Jorge Pedro da Silva, 33 anos, que estava bem próximo ao local afirmou que os assaltantes saíram a pé em direção à Rua Maria Carolina, atirando para cima e para os lados. "Eles pareciam uns loucos, com revólveres e metralhadoras. Quando vi a coisa pegar fogo, fui para o outro lado da rua", disse.

Outra testemunha que não quis se identificar, proprietário de uma loja na Domingos Ferreira, relatou que os assaltantes pareciam saber de todo o movimento da agência, já que não houve tempo para o esquema de segurança funcionar. "Quando tiraram do isopor, foram atirando para cima e em direção ao carro-forte", relatou a testemunha.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes