- - - - - - - -- - - - - - - -- - - - -- - - ---Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

CRIME
Presos furam parede e fogem da DP de Olinda

Três homens, acusados de assaltos e homicídios, conseguiram fugir do xadrez da Delegacia de Olinda, por volta das 20h do domingo, por um buraco na parede cavado apenas com o uso de uma vassoura e água. Outros dois presos que estavam na cela preferiram não se juntar aos fugitivos. Isaltino Salazar dos Santos Filho, preso em flagrante na madrugada da última sexta-feira sob a acusação de tentativa de assalto à Farmácia Pague Menos, no Bairro Novo, e Marcelo Alves da Silva, o "Paloca", e Carlos Gilberto dos Santos, o "Gil", também presos em flagrante quando assaltavam um taxista no Carmo, fugiram pelo abertura na parede vestindo apenas bermudas.

Não é a primeira vez que Paloca participa de uma fuga. Há cerca de dois meses Marcelo Alves da Silva, que aguardava julgamento no presídio Aníbal Bruno e outros detentos, escaparam do Fórum de Paulista quando iam para uma audiência naquele município. De acordo com os presos que preferiram não fugir, Paloca, Gil e Isaltino retiraram o latão que prende a piaçava na vassoura e escavaram a parede amolecendo o reboco com água e utilizando o cabo da vassoura como alavanca. O delegado de Olinda, Ernane Francisco vai apurar o caso para descobrir se houve negligência por parte da carceragem.

 
     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes