- - - -- - - -- - - - - - - -- - - - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

VENDA
Grande Recife avalia a privatização da Celpe

Os prefeitos da Região Metropolitana do Recife (RMR) tiveram acesso, ontem, ao plano de ações para a RMR que será desenvolvido com os recursos que o Governo do Estado poderá receber do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) referentes à venda das ações da Celpe. O relatório apresentado pelo secretário de Planejamento, João Recena, durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Recife (Conderm) traz mais detalhes sobre o plano de aplicação.

O secretário explicou aos membros do Conderm que todas as ações a serem executadas com esses recursos já estavam sendo planejadas pelos diversos órgãos do executivo. Coube à Fundação de Desenvolvimento da RMR (Fidem) selecionar os projetos prioritários e colocá-los no plano de aplicações.

Na próxima reunião do Conselho - até lá o governo espera receber a verba prometida pelo BNDES -, os prefeitos e demais conselheiros poderão sugerir alguma modificação à proposta. A lei que foi votada pela Assembléia Legislativa é mais genérica. As propostas específicas, apresentadas ontem, foram elaboradas depois da aprovação e, por isso, existe a possibilidade de serem modificadas.

Ao todo, deverão ser aplicados cerca de R$ 82,87 milhões apenas na RMR. Entre os maiores projetos estão o de ampliação da oferta dos serviços de abastecimento, que vai demandar recursos da ordem de R$ 32,24 milhões apenas para os municípios metropolitanos. Nesse item, estão incluídas as obras de conclusão da Barragem de Pirapama e implantação das adutoras de Itamaracá, Jaboatão, Paulista, Recife, Moreno e Olinda.

Outro projeto de grande porte, onde serão aplicados R$ 15,94 milhões, é da implantação e pavimentação de algumas rodovias e vias de acesso dentro da região. Além disso, mais R$ 13,62 milhões serão destinados à construção e restauração de vias urbanas metropolitanas como o prolongamento da Av. Caxangá, complexo Costeira/Curcurana, variante da PE-35, entre outros.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes