- - - -- - - - - - - -- - - - - - - -- - - - --Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

ESFORÇO
A difícil missão do Sport em São Paulo

Missão: derrotar o Palmeiras em pleno Parque Antártica por dois gols de diferença. Objetivo: classificar o Sport para as semifinais da Copa do Brasil. Plano: não revelado. Com este fim, 18 jogadores rubro-negros e mais a comissão técnica embarcaram ontem em direção a São Paulo. Os relógios estão sincronizados para iniciarem a contagem regressiva às 21h40. Serão 90 minutos de pura tensão. O técnico e dublê de agente secreto Mauro Fernandes guarda a "sete chaves" a estratégia que usará na partida.

"A missão é difícil, mas não impossível", reconhece o treinador, que acredita que o fato de ter a obrigação de vencer por uma diferença mínima de dois gols não será problema. "Estou convicto da nossa classificação. Se para isso precisarmos fazer dez gols no adversário, nós os faremos."

Porém, a forma de marcar estes gols ainda continua sob suspense. Só quem dá uma pista sobre a tática é o atacante Leonardo. "Na última partida (Palmeiras 2x0 Sport) erramos ao insistir nas jogadas pelo meio. Desta vez, seremos mais espertos abrindo o jogo pelas laterais", revela. Ainda segundo Leonardo, "será fundamental marcar um gol logo no início."

ESCALAÇÃO - A formação da equipe que enfrentará o Palmeiras é o maior segredo já guardado na Ilha. Apenas a lista dos jogadores que viajaram dá algumas indicações. O zagueiro Ronaldo e o lateral-esquerdo Edson não foram relacionados. Assim, Sangaletti e Silvinho, respectivamente, devem assumir as vagas abertas. "Na defesa, vamos manter a mesma base que atuou contra o Náutico", justificou o técnico. Por esse raciocínio é possível que Marcinho substitua Saulo na lateral-direita.

O ataque continua indefinido. Irani, contundido, não viajou. O treinador poderá contar com Maurício, que voltou a marcar após quatro partidas, e com Batistinha, que entrou no segundo tempo da primeira partida contra os paulista e mandou uma bola na trave. "Desta vez, ela seguirá um palmo mais para dentro do gol", disse Batistinha antes do embarque.

O goleiro Bosco, ao tentar defender o segundo gol palmeirense, sofreu uma contusão, pois bateu de costas na trave. O jogador ainda apresenta um grande hematoma, mas deve ter condições de jogo.

PALMEIRAS - O Palmeiras, que este ano ainda não conquistou um título, sendo eliminado das finais do Torneio Rio-São Paulo e do Campeonato Paulista, tentará ser campeão pela primeira vez da Copa do Brasil. Zinho, recuperado das dores musculares, voltará à equipe.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes