-- - -- - - -- - - -- - - -- - - -- - --- - - -Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

OBSERVADORES
Governo do México expulsa 40 italianos

CIDADE DO MÉXICO - O México expulsou de seu território 40 observadores dos direitos humanos italianos nas primeiras horas de ontem porque os estrangeiros ultrapassaram o tempo de permanência no país especificado nos vistos de entrada.

"Nós tivemos de fazer isto basicamente porque eles estavam tentando evitar sair do país utilizando uma série de truques e sofismas", declarou Alejandro Carrillo, diretor do Instituto Nacional de Imigração, em entrevista à rede Televisa. Carrillo informou que o governo se utilizou de um artigo da Constituição que permite a expulsão sumária de estrangeiros suspeitos de se envolverem em questões políticas mexicanas.

Estes 40 italianos eram os últimos remanescentes de um grupo de 134 observadores de direitos humanos proveniente da Itália, que incluía quatro parlamentares, que viajaram na semana passada para o conturbado estado de Chiapas. Eles deixaram o país às 4 horas da manhã (horário local) de ontem, exatamente quatro horas após o vencimento de seus vistos. Líderes indígenas de Chiapas denunciam que forças militares reforçaram a repressão na área.


 
 

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes