- - - -- - - -- - - - - - - -- - - - - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

JUSTIÇA
Itamar depõe hoje no TSE contra o presidente

BRASÍLIA - O ex-presidente Itamar Franco deve depor hoje, às 10 horas, na Corregedoria-geral da Justiça Eleitoral sobre o uso da máquina do Governo na convenção do PMDB de 8 de março. Itamar faltou à primeira audiência, à qual deveria comparecer como testemunha indicada pelo senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Ele não foi nem deu explicações. O corregedor resolveu então intimá-lo, já que ele próprio havia se prontificado a relatar "abusos e irregularidades", que disse ter presenciado na convenção.

Se o ex-presidente se ausentar novamente sem justa causa o corregedor eleitoral, ministro Nilson Naves, poderá requerer força policial para conduzi-lo à Corregedoria. Um dos amigos do ex-presidente, Henrique Hargreaves, que ocupou a Casa Civil no seu Governo, garantiu que a medida não será necessária e que Itamar comparecerá à audiência. Itamar encabeçou na convenção o movimento, derrotado, que defendia a indicação de um nome do PMDB para disputar a presidência. Na ocasião, ele disse em entrevistas que a maioria de seus colegas de partido decidiu apoiar a reeleição de FHC "porque quem ganhou comprou".

As fitas de vídeo com as suas declarações foram entregues ao corregedor pelos advogados do PT. O depoimento de Itamar pode reverter a situação e mudar o rumo dos processos eleitorais contra o presidente, o ministro dos Transportes, Eliseu Padilha, e o ex-ministro da Justiça, Íris Rezende.

 
     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes