-- - -- - - -- - - -- - - -- - - -- - - -- - - -Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998


POLÍGONO
Júlio Pedrosa

Dia da Solidariedade

Um grande mutirão para arrecadação de alimentos que serão entregues aos flagelados da seca vai marcar hoje as comemorações dos 141 anos de aniversário da Caruaru. O "Dia da Solidariedade", como está sendo denominada a campanha, irá envolver diversos setores organizados da sociedade, para a doação de alimentos aos caruaruenses que passam necessidade na zona rural. A campanha será lançada às 8h no Giradouro Major Clementino, no centro da cidade, quando acontecerá o hasteamento das bandeiras do Brasil, Pernambuco e Caruaru. Durante todo o dia, 27 postos de arrecadação de alimentos estarão espalhados por toda a cidade, sob a coordenação do Comitê Municipal para Ações Emergenciais de Combate aos Efeitos da Seca. A sede da prefeitura funcionará como posto central. Uma das tradições nas comemorações de aniversário da cidade - o preparo do bolo gigante - também foi suspenso, com a adesão dos panificadores à campanha. Segundo o secretário municipal de Ação Social, Rubens Rodrigues da Silva Júnior, desde que a prefeitura anunciou a mudança na programação pelo "Dia de Solidariedade", aumentou o interesse dos empresários em contribuir.

Solidariedade

A iniciativa de familiares e detentos da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, de doar alimentos das três refeições do último domingo para os atingidos pela estiagem em Pernambuco, conseguiu arrecadar cerca de 250 quilos. Presidiários das unidades penais de Salvador (BA) e Terezina (PI) já pensam em fazer campanhas internas semelhantes.

Alimentos

Vinte e cinco toneladas de alimentos foram arrecadadas durante o último programa do Faustão pelos moradores do bairro da Moca (São Paulo) para os flagelados de Altinho. O material será transportado pela Força Aérea Brasileira (FAB) e chegará nesta semana à Base Aérea de Recife. A paróquia da cidade realiza o levantamento das famílias em risco para a distribuição de cestas básicas.

Solidariedade

Mais uma prova da solidariedade humana: o cabeleireiro recifense Roberto Teles escolheu um dia na semana para oferecer seus serviços, entre eles a escolha do corte de cabelo através do vídeo de computador, em troca de alimentos não-perecíveis para as vítimas da seca. O endereço do salão é Rua Gregório Júnior, 134, Cordeiro, Recife.

Greve

O vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, Cláudio Marinho, esteve semana passada em Garanhuns conversando com 18 agentes civis do município. O objetivo foi discutir a situação salarial da categoria e comunicar a realização de uma assembléia geral amanhã para decidir se os policiais decretam ou não greve em todo o Estado. Situação é de alerta.

Alimentos

Um total de 15 comboios com alimentos para os flagelados da seca estão vindo do Sul e Sudeste do país. O superintendente da Polícia Federal, Lacerda Carlos Jr., não revelou detalhes das estratégias traçadas para proteger os veículos nas rodovias federais, nem quantos homens estarão envolvidos. Segundo boatos, ontem pela manhã, os caminhões já estariam na Bahia.

Alternativo

As empresas de ônibus Joalina e Transnova, que operam em Petrolina, começam a enfrentar a concorrência das Kombis de lotação, que já estão circulando na cidade. Os usuários se queixam principalmente da demora dos ônibus.

Posto

Garanhuns terá a partir da próxima sexta-feira um monitoramento mais efetivo do tráfego em suas rodovias. Um posto da Polícia Rodoviária Federal será inaugurado na altura do Km 92 da BR-423, no bairro de Novo Heliópolis.

Apocalipse

Para o coordenador da Associação Brasileira de Reforma Agrária, agrônomo Jorge Coelho, as mazelas que hoje atingem a humanidade, incluíndo aí a seca que abala o Nordeste, já estavam previstas nas escrituras. "Já consultei o último livro das Revelações - o Apocalipse, de João Evangelista e venho confirmando tudo o que nele está escrito: pestes (novas e antigas voltando), terremotos, enchentes, guerras, inclusive a nuclear que deverá ocorrer em muito em breve; fome, e violência de todo tipo ", admitiu.

Emergência

Prefeitos da Zona da Mata, fornecedores e cultivadores de cana-de-açúcar pediram, ontem, ao governador Miguel Arraes, que confirme a decretação de emergência em bloco na região. Querem com isso facilitar a liberação de cestas para famílias atingidas pelo desemprego e pela seca, além de facilitar a liberação de recursos oficiais. Esta é a segunda vez que recorrem ao Palácio do Campo das Princesas para solucionar a crise na zona canavieira. Dos 57 municípios, Água Preta, Ribeirão e Macaparana decretaram situação de emergência.

E-mail: juliop@jc.com.br

 
 

 

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes