- - - -- - - - - - - -- - - - - - - - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 12 de maio de 1998

SECA III
Chuvas não alteram quadro crítico no Agreste e Sertão

As chuvas registradas durante o final de semana no interior do Estado (51.6 milímetros em Surubim, Garanhuns, Arcoverde e Triunfo) foram consideradas insignificantes tanto por meteorologistas quanto pela Compesa, que não identificou alterações nos mananciais do Agreste e Sertão. A mudança de tempo, segundo o 3º Distrito de Meteorologia, foi provocada pela formação de nebulosidade no Oceano Atlântico em conseqüência do aquecimento da região.

Poucas chuvas e ainda bem abaixo da média. Este é o quadro traçado pelo chefe da Seção de Previsão do 3º Distrito de Meteorologia, Ednaldo Correia de Araújo. "Já devia estar chovendo mais no Agreste e Zona da Mata", acredita. De sexta a domingo choveu apenas Surubim (3.4mm), Garanhuns (17mm), Arcoverde (23mm) e Triunfo (8.2mm).

De acordo com o presidente da Compesa, Ricardo Câmara Lins, apesar da constatação de inalteração do quadro dos reservatórios, apenas hoje é que a companhia poderá avaliar, com precisão, a situação na Zona da Mata, Agreste e Sertão, com os boletins das unidades regionais do órgão.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes