- - - - - - -- - - - - - - -- - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 17 de dezembro de 1998

WORKSHOP
Biotecnologia controla doença de animais

A biotecnologia, aplicação de organismos vivos, sistemas ou processos biológicos para geração de produtos e serviços, é uma alternativa de grande potencial para resolver problemas da pecuária brasileira, principalmente o controle de doenças em animais. A opinião é do especialista em doenças virais em animais do Departamento de Medicina Veterinária da UFRPE, Roberto Soares, que estará participando hoje, às 16h, do 1º Workshop de Biotecnologia Aplicada à Agropecuária, no 8º Congresso de Iniciação Científica da UFRPE.

Para ele, o método - que já resultou num dos grandes acontecimentos do século, a clonagem da ovelha Dolly - não está tão distante da realidade brasileira. "A aplicação desses conhecimentos na produção de vacinas e kits de diagnósticos médicos é um recurso muito mais barato e eficiente", diz Soares.

Ele acredita que o país só tem a ganhar ao investir em métodos biotecnológicos como inseminação artificial, transferência de embriões e fertilização in vitro. "Só assim podemos criar animais livres de doenças, com elevada produtividade, além de melhorar a qualidade dos alimentos consumidos pelo homem", afirma Roberto Soares.

Nos EUA e Europa, 100% dos animais utilizados para reprodução são frutos de experiências genéticas ou biotecnológicas. De acordo com Soares, para isto acontecer no Brasil, é necessário, primeiramente, elaborar projetos de biotecnologia condizentes com o clima e meio ambiente brasileiros. "Não adianta cairmos no modismo de reproduzir o que foi criado lá fora, temos adequar estes conhecimentos à nossa realidade", alerta o professor da universidade rural.

O 8º Congresso de Iniciação Científica da UFRPE vai até amanhã. Hoje, a programação do evento conta com exposição de trabalhos, das 8h às 10h e a partir das 14h, e minicursos, das 10h às 12h. Às 18h20, haverá o 1º Seminário do Departamento de Biologia, que abordará temas como a importância ecológica dos manguezais, microbiologia e botânica.

 
     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes