- - -- - - - - - - -- - - - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 17 de dezembro de 1998

LEILÃO
Governo da Paraíba tenta privatizar a Saelpa hoje

RIO - O governo da Paraíba tenta privatizar hoje, na Bolsa do Rio, a Sociedade Anônima de Eletrificação da Paraíba (Saelpa). Até as 19h de ontem, a CLC (Câmara de Liquidação e Custódia) não havia informado se algum dos pré-qualificados havia depositado garantias para participar do leilão. Apenas dois dos quatro pré-qualificados - a espanhola Endesa e a portuguesa EDP (Eletricidade de Portugal) - ainda cogitavam participar dessa privatização, a última do ano. No início da semana, o grupo Rede e a companhia Alusa, os outros dois pré-qualificados, desistiram da Saelpa.

O leilão da Saelpa é considerado o grande teste da manutenção do interesse dos investidores nas privatizações brasileiras depois da derrota do governo na aprovação da medida provisória da contribuição dos servidores e do episódio do grampo do BNDES. O alto custo do dinheiro no mercado internacional para financiamento de aquisições também está afugentando os investidores nas privatizações brasileiras, segundo analistas. No último dia 3, fracassou a tentativa do governo de Alagoas de privatizar a Companhia Energética de Alagoas (Ceal).

Nenhum dos interessados - basicamente os mesmos pré-qualificados para a Saelpa - apresentou proposta no dia do leilão. Até o final da tarde de ontem, a EDP e a Endesa negociavam a formação de um único consórcio para arrematar a Saelpa pelo preço mínimo de R$ 619,5 milhões, valor considerado alto por analistas do setor de energia.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes