- - - -- - - -- - - - - - - -- - - - - - --Jornal do Commercio - Recife, 13 de dezembro de 1998

ESPECIAL / AI5
"Quebrei a cara do censor e fui embora"

O artista plástico Paulo Bruscky, 50 anos, é um remanescente dos anos de chumbo. Polêmico, foi preso várias vezes entre 1968 e 1976. Marcou sua arte com irônica ousadia. Como distribuir aviõezinhos de papel ao povo e vê-los jogados no Capibaribe, em plena Semana da Asa. Ao JC, Bruscky conta um pouco de uma história feita de humor e de dor.

JC - O AI-5 conseguiu matar a arte?

Bruscky - Eles, não. Eram ignorantes, censores adestrados. Infiltravam-se no bar Mustang para aprender nossos hábitos e não conseguiam. Mas, muitos artistas sofreram. João Câmara, Wellington Virgolino, José Cláudio, Abelardo da Hora, Alves Dias. Arnaldo Tobias, Sérgio Moacir, Audálio Alves. Foi duro.

JC - Sua obra foi mutilada?

Bruscky - Comecei a ser censurado já em 1969, quando um desenho meu, "O Guerrilheiro", venceu o Salão do Estado. Os militares não deixaram a obra vencedora ser exposta e trocaram por outra. Depois, tentaram proibir meu trabalho de arte na rua.

JC - Como isso funcionava?

Bruscky - Eu e o Daniel Santiago reuníamos o povo que participava do nosso trabalho. Os censores achavam que era pura subversão.

JC - E você?

Bruscky - Sobrevivi a tudo com meu humor, que nunca perdi. Fui preso várias vezes, sofri. Uma vez, um censor tentou me intimidar e quis saber se, ao tirar um taco do chão e pregar na parede, estaria fazendo arte. Respondi: "Se você fizer isto, não é arte. Mas, se eu fizer, é". Levei um tapa e fui preso. Mas, bati também. Uma vez cruzei com um censor na rua. Quebrei a cara dele e segui meu caminho. (G.F.)


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes