..............................................-Jornal do Commercio - Recife, 13 de dezembro de 1998

CAFÉS
Cresce o hábito de beber cappuccino

Quer hábito mais gostoso do que beber um cappuccino bem perfumado sem precisar sair de casa e muito menos ter que manipular uma máquina especial para prepará-lo? Há poucos anos, eram raros nas prateleiras dos supermercados latinhas ou pacotes dessa mistura harmoniosa de café, leite e canela, invenção dos italianos.

Hoje, as marcas proliferam no mercado: Do Ponto,Três Corações, Mellita, Iguaçu, Toko, Cacique. O grupo Palheta reforça a lista lançando duas versões de cappuccino: a diet (adoçada com aspartame e misturada com leite desnatado) e a convencional, com leite integral, café solúvel e cacau em pó, o único dos cappuccinos produzido no Rio.

"O hábito de se tomar cappuccinos é recente, mas eles hoje representam 10% do mercado de cafés especiais, como os aromatizados, os descafeinados e os solúveis", diz José Eduardo Cunha, diretor do Palheta. Mas há um segredo na hora de prepará-los, para que fiquem espumante: pôr duas colheres pequenas do pó na xícara e um pouco de água quente, para que se forme uma pasta. Só depois é que se completa a xícara.

Mas quem imagina o cappuccino apenas quente, não sabe o que está perdendo:ele gelado com chantilly, batido como um milk shake, é perfeito para o verão. O Armazém do Café, emIpanema, está com receitas refrescantes, todas à base de café gelado, como o Vienense,servido com sorvete de creme eo moka frappé, com calda de chocolate, creme de leite fresco e... pedrinhas de gelo!


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes