..............................................-Jornal do Commercio - Recife, 13 de dezembro de 1998

NATAL
Da boneca de pano aos diamantes

por BRUNO ALBERTIM, FABIANA MORAES
E LUIZ CLAUDIO FERREIRA

Não adianta: por mais que você tente enaltecer o espírito natalino para sua família, o que eles esperam mesmo de você na noite de Natal é o famoso pacote vermelho com um laço de seda. Como no Brasil atual não sobra dinheiro nem pra comprar uma dentadura, seus entes queridos vão entender se você der apenas uma "lembrancinha". No entanto, algumas pessoas não se contentam com qualquer cortador de unhas da vida, logo é bom ficar de olho em alguns mimos mais salgados, como um anelzinho ou um colar de brilhantes.

O caderno Família preparou para você uma lista de vários tipos de presentes que vão agradar do grego ao troiano, do hippie ao mauricinho, do sobrinho ao concunhado. No Mercado de São José, presentes para todos os tipo e tendências, muitos deles com cara de loja de objeto importado. Tem barbeador em caixinha de bronze, banho aromático para fechar o corpo, boneca de pano e até sapato chique. Um luxo. Anime-se, pois o presente, no final, também vai para o seu bolso: os artigos podem ser adquiridos por preços que vão de R$ 0,50 a R$ 30,00.

O Mercado Pop é outra ótima opção, combinando uma variedade impressionante com preços atraentes. Penicos, roupas, óculos, enfeites, bijouterias e outros trecos disponíveis para todo tipo de estilo, por excelentes preços. Ideal para quem é adepto da criatividade e, principalmente, do colorido. Uma boa opção para agradar são as mesinhas de ferro e trabalhadas em mosaico, que custam por volta de R$ 80,00. O Mercado Pop possui edições mensais que acontecem no Armazém 12 do bairro do Recife, das 17h às 22h. A próxima ocorre nos dias 19 e 20 de dezembro, para quem deixou o presente de última hora ou esqueceu daquela tia que mora em Belém do Pará.

Já nos shoppings, é possível encontrar presentes mais sofisticados, tais como jóias e roupas que custam o preço de um carro. As amadas vão adorar os anéis e colares em puro ouro, ou uma capa fashion por quase mil reais. Indicado para aqueles que não querem nem saber de economizar para agradar alguém e desconhecem qualquer crise.

Já o Mercado de Natal, que termina hoje, no Centro de Convenções, em Olinda, é uma verdadeira babilônia consumista montada especialmente para aqueles que querem presentear (e se presentear) neste final de ano. Moda, decoração, badulaques e até vestidos de noiva estão expostos no evento, que é encerrado às 22h de hoje. São cerca de 400 expositores, tanto de empresas privadas quanto de áreas governamentais. O Sebrae, por exemplo, está patrocinando os estandes de artesanato. As noivas receberam atenção especial dos organizadores do Mercado de Natal e possuem um estande destinado apenas para elas.

Portanto, vá preparando o talão de cheques, o crediário e o cartão de crédito, além do bom humor (afinal, é bom lembrar que só em meados de março você vai se livrar das prestações). A família e os amigos vão agradecer e você, satisfeito, vai começar a repensar seriamente em diminuir o seu círculo de amizade no próximo ano. Para quem pode, sem dúvida, o Natal é um pretexto delicioso para gastar à vontade.


     

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes