- -- - - -- - - -- - - -- - - -- - - -Jornal do Commercio - Recife, 17 de dezembro de 1998

GOLFO PÉRSICO IV
Saddam Hussein pede ao povo que resista aos ataques

BAGDÁ - Já era madrugada de hoje em Bagdá quando o presidente do Iraque, Saddam Hussein, falou sobre os bombardeios norte-americanos na capital do país, em um pronunciamento divulgado pela agência oficial INA. Em tom desafiador, o líder iraquiano pediu que "o grande povo e as bravas Forças Armadas resistam e lutem". Saddam Hussein referiu-se aos Estados Unidos como sendo "os inimigos de Deus, da nação árabe e da humanidade. "Se Deus quiser, nós seremos os vencedores", afirmou.

Depois, ele reconheceu que alguns alvos foram atingidos pelo bombardeio norte-americano. "Os covardes bombardearam vários objetivos terrestres no Iraque pensando que nos colocariam de joelhos", disse Saddam em seu discurso.

O governo iraquiano também divulgou um comunicado informando que um míssil norte-americano caiu sobre uma área residencial de Bagdá, causando ferimentos em quatro pessoas e danos a edifícios civis. Funcionários do Ministério da Cultura e Informação disseram a jornalistas que visitaram o local e observaram uma cratera do tamanho de uma rua. Os funcionários disseram que o incidente causou prejuízos a uma rede de distribuição de água potável.


 
 

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes