- - -- - - -- - - -- - - -- - - -- - - -Jornal do Commercio - Recife, 17 de dezembro de 1998


TRADE
Ariadne Quintela

Terceiro milênio (2)

O Recife precisa, sem dúvida, preparar-se para "receber" o 3º milênio. Além dos arcos projetados pelo Escritório de Revitalização do Recife Antigo, suas pontes também estão a merecer alguns reparos. Elas são consideradas maravilhosas pelo antiquário Ricardo Teixeira, mas precisam, segundo ele, ser adornadas com obras de arte, em sua base dentro do rio, tomando como modelos cidades como Paris e Praga. E, sendo Pernambuco um celeiro de grandes artistas, Teixeira diz que as esculturas seriam produzidas por eles, sem necessidade de ir buscar lá fora a matéria-prima. Também a balaustrada de pontes como a Maurício de Nassau e Buarque de Macedo precisam readquirir as características originais, encontradas em alguns trechos apenas - o resto é feito de combogós. Afinal, suas cabeceiras são adornadas por gigantes esculturas de bronze e com melhor tratamento (inclusive do passeio), as pontes do Recife ganhariam um novo visual, mais agradável paras o turista. "Vejo o 3º milênio como a era de resgate do que foi destruído, pois na verdade o século 20 foi de destruição, de modernismo selvagem, e o 21 irá por certo unir o moderno com o antigo", frisa o antiquário.

Ilha Fiscal

Na Ilha Fiscal (Rio) foi realizado o baile que se tornou célebre, a 9/11/1889, por ter sido o último do Império, e que exigiu muito luxo e requinte. O castelo em estilo neogótico, ali localizado, está na reta final de restauração, preparando-se para outra ocasião especial, a partir de janeiro.

O resgate desse espaço, que servirá inclusive para exposições de arte e que será reaberto ao público em visitas gratuitas, custou R$ 1 milhão à Marinha, que pensou nos mínimos detalhes. Chamou inclusive um técnico do Jardim Botânico só para avaliar as condições dos coqueiros da ilha.

Memorial

Presidente do Gabinete Português de Leitura, o advogado João de Almeida Gaspar (na foto, junto ao cônsul de Portugal, Antonio Aguiar) teve seu projeto de contrução do Memorial do 5º Centenário do Descobrimento do Brasil, na Rua Diario de Pernambuco, aprovado pelo Ministério da Cultura. A TAM também vai participar do financiamento.

Título

A cidade de São Luís acaba de receber, da Unesco, o título de patrimônio Mundial da Humanidade. Pesou na escolha o seu conjunto arquitetônico, considerado o maior acervo colonial português do mundo. No Brasil, Salvador, Olinda, Ouro Preto e Brasília têm o mesmo título. E no mundo são 235 cidades, dentre elas Atenas, Roma e Veneza.

Hotelaria

O Núcleo de Hotelaria e Turismo da UFPE vai promover, de 4 a 15 de janeiro, o Curso Fundamentos de Marketing Turístico, das 19 às 22h. Do programa constam itens importantes como abordagem do marketing na comercialização do turismo, estratégias de preços, elaboração de um plano de marketing, entre outros. Inscrição: R$ 120,00 por pessoa. F. 271-8750/8751/8758.

Parque

A Walt Disney Co. vai construir um parque temático em ambiente fechado na Filadélfia, que será inaugurado no verão norte-americano do ano 2000.

Tumulto

Os funcionários da TAM participaram do vôo inaugural da empresa para Miami, que foi bastante tumultuado, do overbook à perda de bagagem. Tudo como um teste difícil.

Calendário

Deste mês até março, todo dia é dia de festa em Salvador, a capital lúdica do país. Dia 10 de janeiro - Procissão do Bom Jesus dos Navegantes ou Boa Viagem; dia 6 - Festa da Lapinha; dia 15 - Lavagem do Bonfim; dia 19 - Festa da Ribeira; Dia 25 - Festa de São Lázaro. Em fevereiro, dia 2 - Festa de Iemanjá; dia 12 - Lavagem das escadarias da igreja de Itapoã; de 10 a 16 - Carnaval. Em março, dia 8 - presente de Iemanjá e dia 29 - Festa comemorativa aos 450 anos de Salvador.

Novo visual

Copacabana está de visual novo, ou renovado, com a instalação dos primeiros ombrellones, a partir do Restaurante D. Camillo, na Av. Atlântida. Em breve, eles vão cobrir toda a orla e substituir os antigos guarda-sóis de fibra de vidro, que protegem as mesas dos restaurantes instalados de frente para a praia. Cada ombrellone tem quatro metros quadrados e ocupa uma área antes coberta por quatro guarda-sóis, e todos têm iluminação interna. A próxima etapa serão as jardineiras.

E-mail - quintela@jc.com.br

 
 

 

Índice | Editorial | Política | Brasil | Internacional | Cidades | Ciência/Meio Ambiente | Esportes | Economia |
Caderno C | Informática | Turismo | Charge | Colunas | Regional | Veículos | Família | Especiais

Últimas Notícias | JC Debate | Roteiro | Weekend | Bate-papo | Tábua de Marés
Fale com o JC | Links | Classificados | Rádio Jornal| Edições Anteriores | Assinantes