LG_jc.gif (3670 bytes)

HISTÓRIA
Igarassu comemora os 464 anos da chegada de Duarte Coelho

por ANA LÚCIA LINS
Especial para o JC

Primeiro local de assentamento europeu em terras brasileiras, Igarassu comemora, hoje, 464 anos da chegada do donatário Duarte Coelho para tomar posse da Capitania de Pernambuco. Em comemoração à data, a prefeitura elaborou uma programação no Sítio dos Marcos - onde Duarte Coelho desembarcou, em 9 de março de 1535 -, que fica a quatro quilômetros do circuito histórico.

Alunos das 42 escolas municipais estão visitando a área, desde início deste mês. "Queremos despertar nas crianças a importância de Igarassu na colonização portuguesa", diz o secretário de Turismo e Cultura do município, Rubens Conde.

A programação para o dia de hoje começa às 10h, no Sítio dos Marcos, com um ciclo de palestras sobre o período de colonização, que contará com a participação dos historiadores Marcos Albuquerque e Leonardo Dantas. Às 15h, será lançado o Programa "Pintando a História de Igarassu" e, às 16h, haverá apresentação do Balé Popular do Recife.

Ainda dentro das comemorações, o município também está revitalizando o marco de pedra situado no Sítio dos Marcos, para incentivar a visitação de turistas. As obras serão concluídas até setembro, quando se comemora, no dia 27, a data de fundação da cidade.

A idéia é oferecer uma rota náutica entre o Sítio dos Marcos e a Coroa do Avião. Será construído um ancoradouro para atracamento das embarcações que irão oferecer passeios pelo mar. "O turista terá a opção de fazer uma rota marítima para observar, também, bancos de areia, manguezais, piscinas naturais. Nosso objetivo é resgatar a história e oferecer um destino para o ecoturismo", informa o secretário. A rota pelo mar começará a ser realizada em setembro.

Igarassu é considerado o primeiro assentamento europeu no Brasil, porque, em 1516, foi edificada a primeira feitoria em terras brasileiras, o que representou o início da colonização portuguesa.

"O início da colonização deu-se no litoral norte, e o Sítio dos Marcos foi a divisória entre a Capitania de Pernambuco e a de Itamaracá. Foi nesse local que Duarte Coelho desembarcou, por isso, entender aquela área é compreender a colonização", explica Marcos Albuquerque.

Segundo Conde, há registros que informam o desejo de Duarte Coelho de fundar uma vila no Sítio dos Marcos, o que ele não teria realizado por conta de o local ser uma área vulnerável ao ataque dos inimigos. De Igarassu, teria partido para construir uma vila em Olinda.

________________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 09.03.99
Terça-feira