LG_jc.gif (3670 bytes)


Festa do Rei do Cangaço é na rua

O restaurante Rei do Cangaço guardou as suas ‘energias’ para festejar o São João antecipadamente. Explica-se. Como o point está localizado numa área residencial, a festa tem que ser ‘concentrada’ para incomodar o mínimo possível. O Arraial do Rei do Cangaço já acontece há cinco anos e, quem conhece, sabe que não vale a pena perdê-lo.

A festa começou ontem à noite, mas o clima vai esquentar mesmo a partir de hoje. Sobem ao palco do arraial o Trio Arquivo do Sertão, Mestre Salustiano, Josildo Sá e Maria da Paz, pernambucana residente em São Paulo. Amanhã, é a vez de Geraldo Maia, com show infantil às 17h, Trio Arquivo do Sertão, Agostinho do Acordeon e Velho Mangaba.

O Trio Arquivo do Sertão é uma banda apadrinhada pelo forrozeiro Josildo Sá, cantor que começou a carreira no projeto Coito do Rei, promovido pelo restaurante.

Uma apresentação que vale a pena prestar atenção é a de Geraldo Maia, que voltou para o Recife depois de 10 anos na Europa. Para este evento ele preparou uma releitura do álbum Bandeira de São João, de Zoca Madureira.

Agostinho do Acordeon também aposta no pé-de-serra, enquanto o Velho Mangaba destila humor em ritmo junino.

Rei do Cangaço – Estrada do Encanamento, 1400, Casa Forte. Hoje, 20h e amanhã, 17h. Reservas de mesas: R$ 30. Fone: 268.6821

_________________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 16.06.2000
Sexta-feira