JC OnLine - Editoria Caderno C
LG_jc.gif (3670 bytes)


Instrumental tipo exportação no FIG

Uma lista com nada menos que 18 atrações compõe a programação deste ano para o Parque Ruber van der Linden, no Festival de Inverno de Garanhuns. O espaço, batizado no ano passado de Palco Instrumental, apresenta nesta nova edição grupos e artistas com trabalho vocal, mas que têm como principal característica a base de instrumentos.

De fora do Estado foram convidados João Donato, Hermeto Pascoal, Grupo Ororubá, Zé da Velha & Silvério Pontes, Marcos Suzano e Renato Borghetti. Representando Pernambuco, sobem ao palco o Quarteto Eugene Egan, Racine & Lalão, Morango Jungle, Uptown Band, Laílson Blues Band, Má Companhia, Mallavoodoo, Quinteto Violado, Jeová da Gaita, Valois Jazz, Ebel Perrelli & Banda e Os Cabulosos.

João Donato, um dos principais pianistas e arranjadores da música brasileira, reconhecido internacionalmente, volta à evidência no País. Recentemente gravou um especial para a DirecTV, lançou o disco Remando na Praia (Lumiar), e vai pôr no mercado, esse ano, mais dois trabalhos. O primeiro, Ê Lalá Lay-Ê, agora em julho.

Marcos Suzano, bom conhecedor da música pernambucana (gravou com Lenine o álbum Olho de Peixe), esteve no Recife no fim de 2000. Bons conhecedores da música local são o trombonista Zé da Velha e o trompetista Silvério Pontes, cariocas que chegam a Garanhuns seguindo uma turnê pelo Nordeste.

Outro destaque próximo dos pernambucanos é o velho ‘bruxo’ Hermeto Pascoal. O poliinstrumentista, de espírito jazzy, mostrará o repertório de seu último CD, Eu & Eles, no qual toca todos instrumentos.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 13.07.2001
Sexta-feira