LG_jc.gif (3670 bytes)

SEGUNDA DIVISÃO II
Cabrera reclama do árbitro e pensa no América

No vestiário, o técnico alvirrubro, Paulo Cabrera, não escondia a frustração com a arbitragem do carioca Carlos Jorge Moreira e os seus assistentes paraenses Jorge Brasil Mourão e Edílson Ferraz. “Jogamos contra a arbitragem e a Tuna. Não sou de reclamar, mas os erros na marcação de alguns impedimentos inexistentes nos prejudicaram”, declarou.

Cabrera, que era assistente-técnico e foi promovido a treinador pela diretoria depois da demissão de Estevam Soares, se mostrou confiante na classificação do seu time à próxima fase da Segundona. “Vamos decidir a vaga diante do América (de Natal) em casa e nos basta uma vitória.”

O treinador ressaltou a forma como o time atuou. “Tivemos condições de vencer. Além do mais, os jogadores demonstraram muita vontade, superando um calor enorme. O desgaste foi muito grande. Por isso, eles terão uma folga nesta segunda-feira e só voltam aos treinos na terça-feira em dois períodos.”

Já os jogadores ficaram divididos em sua avaliação sobre a arbitragem e a atuação da equipe. O volante Fábio não poupou críticas ao árbitro: “Ele nos prejudicou.” Já o meia e capitão do time, Wallace, foi mais ponderado: “Não posso responsabilizar a arbitragem pelo resultado. A gente sabe que às vezes ocorrem os erros. Mas é preciso também analisarmos a nossa atuação. Mostramos determinação, aplicação e tivemos chances de vencer, mas também erramos.”

Para o jogo com o América, Paulo Cabrera terá a volta de Kuki e André Turatto, que cumpriram suspensão. O zagueiro Marcelo Fernandes – substituto de Turatto – tomou o terceiro cartão amarelo e não joga.

O zagueiro Lima concordou com Wallace. Para ele, não adianta reclamar muito da arbitragem. “A gente sabe que ocorrem erros, mas não podemos condicionar uma situação dessas à má vontade do juiz. O mais importante é que voltamos a jogar com aplicação e provamos que podemos conseguir a vaga. O grupo está unido em torno da classificação”, avaliou.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 19.11.2001
Segunda-feira