LG_jc.gif (3670 bytes)

USO DO SOLO II
Medida será debatida em fórum municipal

O congelamento da faixa litorânea de Paulista – 13 quilômetros compreendidos entre Janga, Pau Amarelo, Conceição e Maria Farinha – é a ação de maior impacto na cidade, na avaliação do secretário municipal de Planejamento, Jorge Carrero. Ele disse que após a aprovação do projeto de lei pelos vereadores, o primeiro passo é a realização de um fórum municipal, para discutir o assunto com todos os segmentos da sociedade.

A expectativa é abrir o debate em janeiro e encerrar a revisão da Lei de Uso e Ocupação do Solo em abril. Jorge Carrero informa que a prefeitura deverá orientar o crescimento da cidade para sua vocação natural: turismo, entretenimento e lazer. Nesse sentido, criado o Pólo Turístico Maria Farinha entre a PE-22 e o Porto Artur, próximo ao estuário do Rio Timbó, ocupando uma faixa de quase 500 hectares de terra.

Estimado em R$ 29,5 milhões de dólares (recursos solicitados ao Prodetur 2), o pólo terá hotéis e equipamentos de apoio ao turismo. Também estão previstos um binário de 8,6 quilômetros com a PE-01 (Cláudio Gueiros) para melhorar o acesso, esgotamento sanitário, portais de acesso, melhoria nas delegacias e serviços de saúde, pavimentação de ruas, sinalização e limpeza urbana.

No restante da área congelada a prefeitura permitirá construções para moradias, serviços e pequenos comércios.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 21.11.2001
Quarta-feira