LG_jc.gif (3670 bytes)

CONTAS PÚBLICAS II
Dividendos da venda da Celpe ajudam as despesas de pessoal

O uso de parte dos dividendos dos recursos da venda da Celpe ajuda a explicar como o Governo do Estado está arrumando dinheiro para financiar mais despesas com pessoal. A mágica é simples. Ao pagar mais juros da dívida do Estado com estes recursos acaba sobrando mais recursos do Tesouro estadual para financiar as despesas correntes.

Ontem mesmo, o governador em exercício, José Mendonça Filho, assina no Diário Oficial lei autorizando o uso de R$ 74 milhões desses dividendos da Celpe para pagamentos diversos, sendo R$ 64 milhões apenas para o pagamento de serviços, juros e encargos da dívida pública do Estado. Sem a obrigação de bancar essas despesas com recursos do ICMS e FPM, acaba sobrando mais recursos no caixa da Secretaria da Fazenda para outras despesas, como pessoal. O DO informa que R$ 55 milhões são oriundos de dividendos gerados por aplicações em 2001 e outros R$ 19 milhões são oriundos de saldo de aplicações de 2000.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 21.11.2001
Quarta-feira