LG_jc.gif (3670 bytes)

ÁGUA
Estado abre licitação da Adutora do Oeste

O Governo de Pernambuco abriu ontem a concorrência para dar continuidade às obras de conclusão da Adutora do Oeste, no Sertão do Estado. A retomada do projeto foi possível porque o Estado finalmente assinou convênio com o Ministério da Integração Nacional, através do Departamento Nacional de Obras Contra Secas (DNOCS), para estadualizar a obra. A primeira licitação prevê a execução dos serviços de complementação do sistema adutor, com a montagem de materiais e equipamentos. A abertura das propostas será feita no próximo dia 27 de dezembro, às 15h, na sede da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Após o término da licitação, o prazo para conclusão da Adutora é de oito meses.

De acordo com informações divulgadas ontem pela Secretaria de Infra-Estrutura, a segunda licitação para a Adutora do Oeste será divulgada em breve, incluindo o fornecimento de materiais hidráulicos (tubulação e equipamentos). O trecho a ser executado – Ouricuri–Morais–Araripina – totaliza 43 quilômetros e terá tubulação de 600 e 500 milímetros. Cerca de 100 mil pessoas serão beneficiadas com a conclusão da obra.

CUSTOS – Segundo informações repassadas na semana passada pelo secretário estadual de Infra-Estrutura, Fernando Dueire, a Adutora deverá ser concluída por cerca de R$ 36 milhões. A conclusão do projeto, iniciado há oito anos pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), estava inicialmente prevista para custar R$ 44 milhões.

Neste ano, a Adutora do Oeste está contemplada com R$ 14 milhões no Orçamento Geral da União (OGU). Para 2002, as obras contarão com mais R$ 16 milhões. Do total a ser destinado às obras, o Governo de Pernambuco entrará com uma contrapartida de 20%.

O primeiro trecho da Adutora do Oeste, na cidade de Orocó, está concluído e tem sua captação no Rio São Francisco. A água é transportada, em regime permanente, para o município de Ouricuri, numa extensão de 107 quilômetros. Esse segmento corresponde a 43% do total do projeto.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 21.11.2001
Quarta-feira