LG_jc.gif (3670 bytes)

Elas não saem da cabeça do público Pernambucano

A premiação é um reconhecimento ao trabalho de fortalecimento de imagem feito pelas empresas de produtos e serviços, que atuam em Pernambuco. É também um instrumento eficaz para medir a fidelidade dos consumidores

Elas são a primeira lembrança na mente dos consumidores quando o assunto é a marca de um produto ou serviço. E também a maior prova da eficácia da comunicação de uma empresa. Hoje, às 19h, no Forte das Cinco Pontas, no Bairro do Recife, as 94 marcas mais lembradas pelos consumidores pernambucanos este ano serão homenageadas durante o 4º JC Recall de Marcas, oferecido pelo Jornal do Commercio.

O prêmio é um reconhecimento ao trabalho de fortalecimento de marca realizado pelas empresas e um instrumento importante para medir a fidelidade do público. Este ano a lista de empresas analisadas está maior e mais completa. Foram avaliadas 94 produtos e serviços, 40 a mais do que no ano passado. Fabricantes de biscoito, chocolate, iogurtes e lojas de departamento estão entre as novas categorias.

“Para nós é uma satisfação muito grande notar o reconhecimento das empresas com relação a este prêmio. Aumentamos a lista em função do próprio mercado”, diz o diretor Comercial e de Circulação do JC, Sérgio Moury. Algumas surpresas marcam esta edição do JC Recall de Marcas.

A maior delas é a liderança da marca Dragão na subcategoria água sanitária, com 42,4% de recall, depois de três anos de liderança da Brilux (41%). A briga pela liderança entre os colégios recifenses colocou o Atual na liderança, com 4,4% dos votos. O Contato é o segundo colocado com 3,6%.

O resultado é mais um capítulo na disputa que as duas empresas travam historicamente nas edições do prêmio. No ano passado, por exemplo, elas empataram tecnicamente (6,6%). Os empates se repetem este ano. Na subcategoria loja de material de informática, a Infobox e a Nagem dividiram a preferência de 6% do publico. A maioria dos consumidores (76,6%), no entanto, não sabe ou não se lembra do nome de uma empresa do segmento.

A situação é mais uniforme em outras categorias. Em bebidas, subcategoria aguardente, por exemplo, 70,8% dos consumidores lembraram-se da Pitú e 18% da 51. Apenas 8,2% não se lembraram ou não sabem o nome de um dos fabricantes.

Na subcategoria supermercados, 63% dos entrevistados conhecem pelo menos uma marca: o Bompreço, que também lidera na categoria loja de departamento (20,4%).

METODOLOGIA – A pesquisa JC Recall de Marcas ouviu 500 pessoas do Recife, Olinda e Jaboatão, de 21 a 31 de agosto. A amostra é estruturada por cotas, de modo a refletir, proporcionalmente, as áreas geográficas, sexo e idade. De acordo com o Instituto Harrop de Pesquisa de Mercado, responsável pelo levantamento, o índice de confiabilidade é de 95% e a margem de erro prevista é de 4,4% para mais ou para menos.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 05.11.2001
Segunda-feira