LG_jc.gif (3670 bytes)

Tradição aliada a boas doses de tecnologia

Ter tradição não significa ser consevador. As empresas centenárias investem em modernização e aumentam a participação no mercado

Marcas centenárias estão, muitas vezes, atreladas à tradição, mas, nem sempre ao conservadorismo. Inovação e espírito de liderança andaram juntos durante décadas e permitiram que essas empresas mantivessem o título e a posição conquistados há mais de 100 anos. Como o Laboratório Pernambucano (Laperli), fabricante do tradicional Sanativo desde 1888.

Mesmo sem revelar números de produção ou faturamento, nem a participação no mercado regional, que ainda inclui o interior de Minas Gerais, a empresa comemora os altos índices de venda do Sanativo, alavancados pelo lançamento de novas versões do remédio.

No início de outubro foi lançado o caçula da família, o sabonete Sanativo, anti-séptico e bactericida. Ainda em fase de estudos pela Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, a elaboração do medicamento em versão gel e creme. O desenvolvimento de Sanativo para uso interno também está sendo pesquisado. “Temos uma preocupação muito grande em ficarmos atentos às mudanças e exigências do mercado. Por isso, estamos sempre buscando aperfeiçoar o produto”, afirma o diretor-geral Fernando Nóbrega.

Desde maio, a direção do Laperli, que também tem estrutura familiar, trabalha para reposicionar a marca no mercado. Depois de oito anos afastada da mídia, a empresa volta a investir em publicidade. Mas, sem abrir mão da atenção especial dada aos pontos de venda. “Temos um trabalho muito forte nessa área. É lá que a gente vende o medicamento.” Para eles, o Sanativo é a imagem do remédio da família. E eles estão certos. Faça o teste. Abra a sua caixinha de medicamentos e verifique se não há um frasco do produto. Repita o processo na casa da sua mãe, da sua avó... (Simone Gouveia)

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 05.11.2001
Segunda-feira