LG_jc.gif (3670 bytes)

OU NORDESTÃO OU ESTADUAL
Globo joga duro com os clubes

Os três principais clubes pernambucanos estão ameaçados de pagar pesada multa, caso disputem paralelamente o Nordestão e o Estadual, mas está sendo negociada uma solução

A Liga de Clubes de Futebol do Nordeste enviou um comunicado aos clubes pernambucanos em tom ameaçador: se Sport, Náutico e Santa Cruz decidirem disputar paralelamente os campeonatos do Nordeste e Pernambucano poderão sofrer uma multa de R$ 2 milhões, cada. Segundo o comunicado, assinado pelo presidente da LCFN, Luciano Bivar, o Sport, o Náutico e o Santa Cruz se comprometeram a não participar simultaneamente das duas competições. O Nordestão tem início programado para janeiro, assim como o Estadual. O primeiro se encerra em maio e o segundo, em junho.

O que motivou Bivar a fazer o alerta foi uma correspondência enviada à LCFN pela Rede Globo, no dia 13 do corrente. Quem assina o documento pela emissora é Júlio Mariz, um dos executivos da Globo Esportes, empresa que negocia os direitos de transmissão de eventos esportivos para a Rede Globo.

O presidente da Liga diz que, em sua manifestação, a emissora revela “preocupação com os rumores de que os associados do Estado de Pernambuco estariam considerando a hipótese de disputar o Estadual paralelamente ao Campeonato do Nordeste”. “Tal conduta caracterizaria grave descumprimento dos compromissos assumidos perante a Rede Globo. Mais que isso, acarretaria desprestígio do nosso campeonato regional”, frisa Bivar.

Bivar alerta que a Globo não economiza sugestões no sentido de que preferirá outros investimentos à transmissão do Nordestão, caso os clubes disputem os estaduais. Ele avisa que em caso de infração do estatuto da LCFN, a cláusula 16 do contrato estabelece que a parte infratora pagará a importância de R$ 1 milhão, e o contrato com a DirecTV (canal fechado) contém disposição semelhante, ou seja, mais R$ 1 milhão de multa.

NEGOCIAÇÃO – O caso gerou polêmica, ontem à tarde, mas no início da noite as partes pareciam caminhar para um acordo. O vice-presidente de futebol da Federação Pernambucana de Futebol, José Joaquim, garantiu que há 100 por cento de possibilidade de o Campeonato Pernambucano ser disputado ao mesmo tempo com o Nordestão. Como foi decidido pelo Conselho Arbitral da FPF, os jogos do Estadual seriam no meio da semana, ficando os sábados e domingos para o torneio regional.

“Não posso dizer a fonte, mas asseguro que isso já está bem-encaminhado”, declarou José Joaquim.

O vice-presidente da FPF lembrou que a entidade já está negociando com os clubes e que o Campeonato Pernambucano é uma competição tradicional, que já está inserida na cultura local. “Não vai acabar assim, de uma hora para outra, porque os clubes também faturam com o Estadual.”

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 21.11.2001
Quarta-feira