LG_jc.gif (3670 bytes)

GUERRA AO TERROR VI
Fome, frio e doenças podem matar cerca de 120 mil crianças

QUETTA, Paquistão – Cerca de 120.000 crianças afegãs correm o risco de morrer de fome, frio e enfermidades – fato que levou as Nações Unidas a advertirem que levar ajuda até elas é uma corrida contra o tempo.

“Há cerca de 2 milhões de pessoas em condições precárias em torno da cidade afegã de Mazar-i-Sharif”, afirmou o representante do Unicef (fundo da ONU para a infância), Philippe Heffink, durante uma entrevista à imprensa em Termez, Usbequistão, na fronteira com o Afeganistão.

“Sem nossa assistência, 120.000 crianças morrerão”, acrescentou Heffinck. Segundo funcionários do Programa Mundial de Alimentos (PAM) da ONU, há pelo menos 3 milhões de pessoas desnutridas no norte do Afeganistão, que devem receber ajuda através de países da ex-União Soviética.

O Turcomenistão já recebeu sete aviões carregados de ajuda do Unicef, o Usbequistão recebeu cinco e o Tajiquistão, três.

___________________________________


Jornal do Commercio
Recife - 21.11.2001
Quarta-feira