a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
inflacao
8.Abril.2017

Inflação do trimestre é a menor da história

e a de março só aconteceu antes em 1996. A inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou março em 0,25%, com queda de 0,08 ponto percentual em relação a fevereiro ( 0,33%). É a menor taxa para março desde 2012, quando atingiu 0,21%.

Com o resultado, a inflação acumulada no primeiro trimestre de 2017 é de 0,96%, a menor taxa de toda a série histórica (não se levando em conta as mudanças na moeda). No primeiro trimestre de 2016, o IPCA acumulado era de 2,62%. A inflação dos últimos 12 meses é de 4,57%.

Os dados relativos ao IPCA, indicador que serve de parâmetro para a meta inflacionária fixada pelo Banco Central (BC), foram divulgados na sexta (7), no Rio de Janeiro, pelo IBGE. Em março do ano passado, o IPCA havia variado 0,43%.

Energia elétrica

Segundo o IBGE, o principal impacto para a alta no índice de março foi a conta de energia elétrica, que respondeu por 0,15 ponto percentual. A energia elétrica subiu no mês 4,43% e levou o grupo habitação a registrar elevação de 1,18%.

Além da alta de 4,43% na tarifa de energia elétrica, o que levou o grupo Habitação a fechar com a maior taxa do mês (1,18%), pesaram a elevação de 1,13% do botijão de gás, tendo em vista reflexos do reajuste médio de 9,8% nas refinarias, a partir de 21 de março.

A segunda maior variação veio do grupo Educação, que subiu 0,95%, mesmo mostrando recuo significativo em relação aos 5,04% do mês anterior. Já os de alimentação e bebidas mostraram aceleração de 0,34% em março (em fevereiro houve inflação negativa de 0,45%).

Os produtos que mais subiram foram leite (2,6%), café (1,89%) e pão francês (0,91%). Os que mais baratearam foram os tipos de feijão (-9,11%).