a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
industria
12.Agosto.2017

Indústria e comércio geram empregos

em julho mostrando que a recuperação, iniciada há quatro meses, continua avançando. Neste cenário de julho o destaque ficou com os setores de indústria e comércio. No geral, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, foram criados 39.900 novos empregos.

A Indústria de Transformação criou 12.594 postos de trabalho, o Comércio 10.156 (sendo 7.685 do Comércio Varejista e 2.471 do Atacadista. Serviços também foi bem, com +7.714 empregos e dois destaques internos, o de imóveis criando 11.351 vagas e a área médica com 5.682.

A Agropecuária (+7.055 postos) e a Construção Civil (+724) também foram positivas. Mas nem tudo são flores. Apresentaram saldos negativos os setores dos Serviços Industriais de Utilidade Pública (-1.125 postos), Administração Pública (-994) e Extração Mineral (-224).

A Região Sul foi a única a apresentar retração (-62 postos) e dos 27 estados houve resultados positivos em 20 deles, tendo como destaque São Paulo, que abriu 21.805 novas vagas, graças ao Comércio (+8.957), Serviços (+6.729) e Agropecuária (+3.599).

Os maiores saldos negativos entre os estados ocorreram no Rio de Janeiro (-9.320 postos), em virtude das retrações registradas principalmente nos setores da Construção Civil (-4.660 postos) e Serviços (-4.068 postos).

Na Bahia

Os setores com melhores resultados em julho na Bahia foram os de Serviços (+1.726 postos de trabalho), Indústria de Transformação (+918), Construção Civil (+590), Administração Pública (+202) e Extração Mineral (+62 empregos).

Por outro lado, os setores que desligaram trabalhadores celetistas foram o Comércio, cortando 1.473 postos de trabalho, a Agropecuária que eliminou 1.057 e os Serviços Industriais de Utilidade Pública, que terminaram o mês fechando 121 vagas.



 

terreno na bahia