a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
mormo
12.Agosto.2017

Ilhéus monitora pacientes que podem ter Mormo

- doença que ataca equinos mas pode ser passada para humanos. A Secretaria de Saúde de Ilhéus está monitorando os pacientes investigados, que se apresentam assintomáticos até o momento, após o registro de um caso de mormo em uma mula na zona rural.

Ela foi descoberta por técnicos da Adab – Agência de Defesa Agropecuária da Bahia, em maio. Nesta semana, equipes do Núcleo Regional de Saúde Sul, Centro de Controle de Zoonoses de Ilhéus e do Núcleo de Saúde do Trabalhador de Ilhéus fizeram visita técnica à fazenda.

O caso ganhou repercussão nacional porque há pelo menos cinco anos não havia notícia sobre casos na Bahia. O último foi detectado em Feira de Santana. O animal que apresentou sintomas em Ilhéus morreu e foi incinerado. O caso foi diagnoisticado pelo veterinário da Adab Muniz Júnior.

De acordo com o chefe da Vigilância, Gleidson Santana Souza, a Secretaria de Saúde “realizou de forma minuciosa todo processo de investigação epidemiológica”. A Adab coletou amostras sorológicas de todos os funcionários que supostamente tiveram algum contato com o animal.

Elas foram enviadas ao Laboratório Central de Vitória da Conquista (LACEN) para diagnóstico. Os técnicos aguardam o resultado dos exames para definir novas ações, em conjunto com o NRSSUL, ADAB, CCZ e o NUSAT. O resultado deve sair nos próximos dias.

Medidas

Após a visita, a Adab recomendou medidas profiláticas, como isolar o pasto onde se encontrava o animal, submeter a quarentena a égua parida que nele se encontrava, fazer exame e dois re-exames, com intervalo de 60 dias, dos animais da propriedade.

Também recomendou manter observação sobre os sintomas, febre, apatia, emagrecimento, corrimento nasal, lesões na pele com manifestação inicial em formato nodular e evolução para úlceras; além da proibição de transito animal.

O mormo ou lamparão é uma doença bacteriana que pode ser transmitida entre animais através das secreções nasais que contaminam o alimento e a aguada. A infecção nas pessoas é rara.



 

terreno na bahia