a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
regiao metropolitana
12.Agosto.2017

Entidades debateram a Região Metropolitana

do Sul da Bahia em uma reunião na sexta-feira, 11, na Uesc, com representantes de entidades de classe, da Assembleia Legislativa da Bahia, Câmaras e Prefeituras da região. Todos se comprometeram em articular de forma técnica e política as ações para a construção da RMSB.

O coordenador executivo da Amurc e especialista em Planejamento de Cidades pela UESC, Luciano Veiga, apresentou o histórico de várias propostas de criação da RM, com o objetivo de oferecer informações técnicas e atualizadas sobre o assunto.

O Pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana, defendeu a criação de uma equipe técnica, coordenada pela própria instituição, para analisar o modelo ideal. A Amurc ficará responsável por liderar o processo político em conjunto com a Assembleia Legislativa do Estado.

Apesar da importância da RM do Sul da Bahia e do envolvimento das entidades, nem o Prefeito de Itabuna nem o de Ilhéus compareceram ao evento, enviando os vices. O deputado Rosemberg Pinto, convidado, enviou representante.

Alba é dúvida

A própria participação da Alba ainda é duvidosa, já que não havia um representante oficial e o único deputado presente era Augusto Castro, porque é da própria região. Ele defendeu que é preciso ouvir os aspectos positivos e negativos, para depois apresentar em uma reunião da Alba.

O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, que representou o presidente da Amurc, Antônio de Anízio, diz que é preciso buscar celeridade na discussão da RM com os municípios, envolvendo o maior número de pessoas e entidades no processo.

Um consenso foi a necessidade de criar a Região Metropolitana do Sul da Bahia a partir dos municípios, somando forças para tornar o projeto sólido. Só então ele deve seguir para debate na Alba, onde uma projeto de lei precisará ser elaborado.



 

terreno na bahia