a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
colo colo
2.Dezembro.2017

Mesmo desprezada, Arezza banca "peneira"

do Colo Colo porque o empresário Weliton Nascimento já havia se comprometido. “Na verdade é um compromisso que firmei com os torcedores e com Ilhéus, e vou cumprir”. Ele foi surpreendido com uma nota do presidente Raimundo Borges, dizendo que “proíbe” a peneira anunciada há meses.

Ele foi a um blog e a uma rádio AM para tentar justificar o desprezo por uma parceria de peso, montada em um projeto profissional, coisa que o Colo Colo nunca experimentou. Uma alegação de Borges foi o “desinteresse do empresário de investir para que o clube suba para a 1ª Divisão”.

“O time seria composto de atletas apenas de Ilhéus”. As empresas lembram que atleta de fora não é garantia de nada e que isso foi amplamente discutido. “O Sr. Raimundo ficou muito tempo com o projeto e nunca me enviou criticas, mesmo eu tendo insistido por e-mails e mensagens”.

Terra arrasada

Os outros motivos de Raimundo Borges nunca foram questionados por ele e são essenciais em uma negociação onde as empresas investiriam, só no primeiro ano, R$ 250 mil. Como a empresa ser dona do passe dos atletas que revelaria, treinaria e bancaria, assumindo todos os riscos.

“Seríamos irresponsáveis em assumir, sem salvaguardas, um clube ‘terra arrasada’, endividado, com presidente processado, envolvido em processo e em gravações, citado em operações, tendo que dar explicações, sem apresentar a cúpula, com bens penhorados, renda penhorada, sem advogado”.

Weliton afirma que a peneira do Colo Colo não pode ser cancelada, depois de um extenso esforço da equipe para montar o projeto e de gastos que passam de R$ 15 mil. Todos os profissionais, taxas e equipamentos já foram pagos.

Será um show

Além de banners, adesivos, camisas, toldos e exibição de vídeos com a história e os melhores momentos do Colo Colo, haverá divulgação junto aos turistas e um show musical. Na peneira, de 8 (sexta) ao dia 12, “também haverá surpresas bacanas, se ninguém estragar”, resume Weliton.

“Há motivos para que os fãs, admiradores, apoiadores e torcedores fiquem tristes e preocupados com um movimento hostil, ameaçador, inábil, gratuito, próprio de quem quer afastar os voluntários”. Borges chegou a dizer que Weliton queria “tirar vantagem do clube”.

“Só uma de nossas empresas, a SveltFit, teve em 2016 receita de US$ 24 milhões. Por isso, beira a loucura a declaração que estamos tentando tirar proveito do clube”. O incrível é que, mesmo depois de negar a parceria, Borges pediu dinheiro para pagar taxas e a internet, cortada.

Leia o projeto da Arezza para o Colo Colo neste link.



 

terreno na bahia