a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
livro digital
6.Maio.2017

Livro digital ainda é pouco lido, mas cresce

como apurou a pesquisa. Ela mediu a penetração da leitura de livros digitais, que está em 5% dos entrevistados, o que representa 9,5 milhões de adeptos. Deste número, a maioria é do sexo feminino, cursou ensino superior e tem idade entre 18 e 24 anos.

A maioria está no Centro-Oeste (9%), seguida da Sudeste com 6%, Sul e Norte com 5% cada e Nordeste com 4%. Quando abordamos classes sociais, a classe A aparece como maior consumidora de livros digitais com 21%, seguida da B com 11% e da C com apenas 4%.

Apesar da crescente ascensão dos tablets, a pesquisa aponta que os chamados e-books ainda não são muito populares entre os leitores brasileiros, uma vez que 82% afirmam nunca ter lido um. Porém, há dados que demonstram otimismo.

Desconhecem

Segundo a apuração, 45% dos entrevistados alegaram nunca terem ouvido falar em e-books; em contrapartida, outros 25% representam pessoas que não ouviram falar, mas que gostariam de conhecer, e 30% mostram que já escutaram algo sobre os livros digitais.

A prova deste otimismo está na avaliação do contato com os livros digitais: gostou muito lidera com 54%, gostou um pouco foi representado por 40% e apenas 6% falaram que não gostaram da experiência. Além disso, 48% se disseram dispostos a comprar livros digitais no futuro.

Em relação aos livros digitais e impressos, a maioria (52%) acredita que os dois vão conviver, 17% acredita que os impressos vão continuar, mas em pequenas edições, 7% dizem que é uma questão de tempo para que os de papel sumirem e 7% acham que digitais serão sempre para poucos.