a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
aids
7.Outubro.2017

Itabuna está entre os que mais registram Aids

na Bahia segundo a Superintendência de Vigilância de Proteção da Saúde do Governo do Estado. A Secretaria Estadual de Saúde já registrou, entre janeiro e setembro, 106 novos casos de Aids em adultos em Itabuna, que só tem menos que Salvador e Feira.

Salvador lidera os casos de Aids em 2017 com 1.370, sendo 29 em crianças. Depois vem Feira de Santana com 226, Eunápolis com 97, Juazeiro com 67, Santo Antônio de Jesus com 57, Alagoinhas com 56, Porto Seguro com 55, Jequié com 54 e Teixeira de Freitas com 43.

No sul da Bahia, houve aumento de casos em Camacan, que já tem 11 neste ano, um número bem acima do ano passado (5) e alarmante para uma cidade de apenas 33 mil pessoas. Além dela, há casos em Canavieiras (6), Itajuípe (3), Buerarema, Gandu, Ibicuí, Ibirapitanga, Itacaré, Itapé e Una.

No Estado existem 2.725 adultos e 53 crianças com a doença. Em relação às mortes por Aids, chama a atenção o caso de Ilhéus, que registrou cinco neste ano, contra apenas um no ano passado. Outro que preocupa é Una, com três mortes.

Muitas mortes

Na Bahia, 113 pessoas já morreram de Aids neste ano, sendo 49 em Salvador. Itabuna só teve uma morte pela doença desde janeiro, mas outros municípios do interior apresentam números maiores, como Teixeira de Freitas (9), Santo Antônio de Jesus (7), Jequié (6), Serrinha (6), Juazeiro (5) e Irecê (3).

Os dados mostram ainda que, nos últimos anos, a doença causou mortes em Camacan, Una, Jequié, Porto Seguro, Eunápolis, Teixeira de Freitas e Santo Antônio de Jesus. No ano passado, este grupo de municípios somaram 43 mortes e o estado, 208.

Mesmo alarmante, o número foi menor que o de 2015, quando aconteceram 56 mortes por Aids nesses municípios, exceto Camacan, que não teve nenhuma. Naquele ano a doença causou 11 óbitos em Ilhéus e 10 em Itabuna. No estado foram 218 mortes.



 

terreno na bahia