a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
bolsa familia
6.Janeiro.2018

Itabuna e Ilhéus estão na fraude com a Bolsa

Família levantada pelo Ministério da Transparência, que encontrou irregularidades em 760 contratos do programa em Itabuna e determinou o cancelamento do pagamento. Outros 2.049 foram bloqueados até que os responsáveis se recadastrem e provem estar dentro das exigências.

A CGU está investigando essas 760 famílias que recebiam o pagamento irregular. A suspeita é de que tenham dado informações falsas no cadastro feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Não está descartada a hipótese de participação de servidores ou secretários.

Itabuna tem 18.418 famílias recebendo o Bolsa Família. A vizinha Ilhéus tem quase a mesma quantidade, 18.112 cadastradas, e também teve beneficiários flagrados pela CGU. São 667 famílias que tiveram o cadastro cancelado e estão sendo investigadas.

Outras 1.706 tiveram o benefício suspenso e terão que fazer um recadastramento. Se essas famílias forem condenadas, terão que devolver o valor integral e corrigido, assim como as flagradas em outros municípios do sul da Bahia.

Outras cidades

A CGU encontrou irregularidades no Bolsa Família em quase todos os municípios, como Almadina (53), Aurelino Leal (61), Arataca (68), Barro Preto (57), Buerarema (67), Camacan (154), Canavieiras (127), Coaraci (147), Floresta Azul (42), Ibicaraí (117), Ibirapitanga (62) e Itacaré (106).

Outros com casos de fraude são Itagibá (69), Itajuípe (65), Itapé (34), Itapitanga (40), Jussari (51), Mascote (58), Pau Brasil (52), Santa Luzia (52), Ubatã (46), Una (119), Uruçuca (98) e Ubaitaba (75). Na Bahia, 55.675 famílias tiveram o cadastro cancelado.

Além delas, 172.288 tiveram o pagamento bloqueado e vão ter um prazo para atualizar os dados com informações comprovadas e voltar a sacar o dinheiro. O processo de cadastramento e recadastramento é feito pelos municípios.