Ilhéus combate invasões na Tulha

Diversas construções irregulares foram demolidas na zona de amortecimento e no Parque Estadual da Ponta da Tulha, no litoral norte de Ilhéus. Invasores e donos de lojas de material de construção também foram notificados.

A operação, que durou quatro dias, atendeu a uma solicitação do Ministério Público para que invasores fossem retirados da Área de Preservação Ambiental, que tem 1.700 hectares.

A operação começou no Km 17 da Rodovia Ilhéus-Itacaré, em frente ao Condomínio Verdes Mares. No local foi encontrado um loteamento clandestino onde invasores suprimiam vegetação no entorno do parque.

O empreendimento foi multado por não ter nem licença nem alvará, foram apreendidos 16 sacos de cimento e 2 mil blocos de tijolos, além de pranchões fabricados com madeira de árvores da APA.

No Assentamento Paraíso, os fiscais demoliram uma ponte irregular e casas de tábua. Foi possível identificar que 98% dos invasores são de outros municípios da região.

No Assentamento Terra Prometida, mais construções irregulares foram derrubadas na zona de amortecimento do parque. Quatro casas, uma ponte, o radier de um imóvel em construção e um muro foram demolidos.

0:20   |