Calango.com
A Regiao
Volta ao inicio
Inicio
Fale conosco | Tempo na Bahia | Servicos | Quem somos

Carta ao Leitor
:: Capa
:: Geral
:: Itabuna
:: Ilhéus
:: Bahia
:: Malha Fina
:: Charge!
:: Internet
:: Giro Geral
:: Giro da Bahia
:: Entrevistas
:: Artigos
:: Serviços
:: Comercial
:: Contatos
 
 
Calango o Portal da Bahia
Anuncie aqui: (73) 3043-8941


19.Abril.2014

Follow marcelleal on Twitter

Carta ao Leitor...

Outra miopia, do MPT
      É impressionante como às vezes o Ministério Público do Trabalho prejudica e ignora o desejo das mesmas pessoas que ele pensa estar ajudando. gandula
      Já foi assim com garotos que vendiam jornal nas ruas e hoje vendem drogas nos bairros. Na época, alertamos o MPT de que impedir o trabalho honesto levariia ao desonesto.
      Lembramos a tradição, que vem desde o século 18 e hoje ainda existe em vários países mais avançados que o nosso.
      Não adiantou.
      Desta vez a implicância do MPT é com garotos que sonham em ser gandula numa Copa do Mundo realizada em seu país.
      O Ministério Público do Trabalho ameaça entrar com ação para revogar a permissão, dada pelo Conselho Nacional de Justiça, para que crianças com 12 anos trabalhem no evento.
      Cada gandula passa por uma preparação com entrevistas, palestra, simulação e orientação sobre sua atividade. Todos serão acompanhados dos pais.
      Nada disso é relevante para o MPT, que alencou suas razões para negar o trabalho.
      E eu nunca vi tantas razões erradas numa petição só.
      Uma delas é o risco para a saúde, “pela prolongada exposição ao sol do jovem, cujo organismo está em formação, podendo contrair câncer de pele e outras doenças”.
      Para o MPT, o mesmo jovem que passa o dia inteiro numa praia só pode ter cancer de pele se passar 90 minutos num estádio. Sério?
      Os promotores, por sinal, parecem não conhecer uma coisa chamada “protetor solar”.
      Ainda no besteirol “emepeteiro” na área da saúde, eles citam o risco alarmante do garoto levar uma bolada. Sério, escreveram isso mesmo. Deve ser um risco inexistente nas inúmeras peladas que esses garotos jogam, toda semana, em ruas e campinhos de bairro...
      Saindo do físico, o MPT apela para a “possibilidade de assédio sexual nos campos de futebol”, como se o garoto não pudesse sofrer este assédio na escola, nos clubes, na praia, no shopping ou mesmo na antesala de algum órgão público.
      Sem limite para besteirol, os promotores seguem.
      Eles alegam “prejuízos para a educação, pois nessa faixa etária é necessário que o jovem dedique seu tempo aos estudos”. Claro que é. Mas...
      Será que eles não sabem, mesmo, que nos dias de jogos do Brasil não haverá aulas, que a maioria dos jogos é nos finais de semana e só poucos em um único dia da semana?
      A maior parte das escolas, ainda por cima, estará de férias no período da Copa.
      Até parece que o MPT não se informa, não pesquisa, nunca acompanha o noticiário.
      Quando voce pensa que o besteirol dos promotores federais usado como motivo para impedir o sonho desses milhares de garotos acabou... eles ainda tem um na manga.
      O MPT diz que atuar como gandula numa Copa do Mundo em seu país leva a outro fator que prejudica os garotos ao desenvolvimento, no aspecto psicológico. “É a pressão da torcida e da organização das competições, pois ele não pode errar”. Nossa, quanta sapiência, quanto bom senso!
      MPT, por favor, deixe os garotos seguirem seu sonho.

O caos está chegando
      No noticiário da quarta-feira, vi o que eu avisei que ia acontecer neste ano. Aviso há pelo menos 3 anos.
      A notícia: “Ao menos dez categorias profissionais ligadas à Força Sindical vão definir nesta quinta (17) estratégias para negociar reajustes salariais e paralisações durante a Copa do Mundo”. Novidade...
      Eu venho dizendo há anos que os sindicatos egoistas vão aproveitar a Copa para extorquir governos e empresas. Desculpe, mas o termo certo é esse mesmo. Será na base do “ou dá ou não tem Copa”.
      São sindicatos que sempre aproveitaram momentos de fragilidade para obrigar os patrões a aumentar o salário, mesmo prejudicando e pondo em risco toda a população.
      Eles não se importam com ninguém e acham que vale tudo para ganhar mais.
      Entre os sindicatos que desprezam a população, estão os desta reunião citada na matéria e que podem usar a Copa na extorsão pois, sem eles, o evento pode mesmo acabar.
      Aeroviários, rodoviários e policiais federais podem fazer um inferno para os turistas, em especial estrangeiros.
      Empregados de telefonia, eletricidade, construção civil e servidores públicos podem paralisar obras e causar caos nas comunicações e na transmissão dos jogos. Empregados de hoteis, bares e restaurantes vão dar um enorme prejuízo ao setor e irritar os turistas.
      Não são patriotas nem pensam na população. Não passam de egoistas.




      Marcel Leal
      marcel@grapiuna.com
      Cartas anteriores:
Perdendo o Jogo
Um elefante inchado
Está passando do ponto
A pirâmide e as múmias
Uma lembrança de Natal
País de ignorantes 2
País de ignorantes
Sua loja tem clima?
O fim das lojas
Uma nova Itabuna
A Lei Anti-Baixaria
Uma nova Ilhéus
A descapacitação de Itabuna
Ensino vexatório
Formando ignorantes
Jorge, o mal amado
Alma de vilazinha
Se Itabuna fosse uma mulher
O egoismo da minoria
Uma tragédia de todos
“Liberdade” hipócrita
Antigamente era péssimo
Um país de ignorantes
Aprovaram sem ler
Brasil Bolivariano 2
República Bolivariana do Brasil
A história se repete (infelizmente)
Uma reforma politica
Sobre o delegado Nélis Araújo Jr
Ilhéus faz parte de minha vida
O crime começa em casa
Razões da insistência, 23 anos de A Região
Votando infielmente
O besteirol da reparação
Uma cidade pequena
Geddel e Paulo Souto
Luis Eduardo Magalhães, 55 anos
Serra e Dilma
Walter Scott Vicentini
O apagão dos Niltons
Uma data histórica
A jogada errada de Geddel
Fala sério, prefeito
O jogo politico de 2010
Ceplac: fim de ciclo?
A novidade da década (Obama)
O TSE e a internet
Comércio aberto à noite
Sobre o novo Porto Sul
Geddel surpreendido pelo PT





morena fm 98.7
folhaWeb
Uma seção sobre internet, em especial a do sul da Bahia

Cotações
Dolar, Cacau, Boi Gordo, Café e Leite

Eventos
A agenda de eventos da Bahia, do portal Calango.com

Links
Os sites recomendados por A Região

Balaio
Os classificados online de A Região

Marcel Leal
Artigos do presidente da Rede Morena

Caso Leal
Mais de 5 anos de impunidade

Calango.com
Conheça o Portal da Bahia

Propaganda
Saiba como anunciar em A Região e confira a pesquisa de audiência


[ Geral ] ....  [ Itabuna ] ....  [ Ilheus ] ....  [ Bahia ] ....  [ Malha Fina ] ....  [ Comercial ] ....  [ Giro Geral ]

Copyright©1996-2013 A Região Editora Ltda, Praça Manoel Leal (Adami), 34, 45600-020, Itabuna, BA, Brasil
Telefone (73) 3043-8941. Reprodução permitida desde que sem mudanças e citada a fonte.