a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
claudio humberto
18.Março.2017

Lula pode pegar 31 anos

Integrante da “Lista Janot”, indiciado pela Polícia Federal, denunciado pela Procuradoria-Geral da República e réu – por enquanto – em casos graves de corrupção, o ex-presidente Lula está sujeito de 31 anos de reclusão, caso seja condenado à pena mínima, a até 124 anos. Ele se diz “perseguido”, mas as acusações resultam de três operações da Polícia Federal, forças-tarefas distintas e três juízes federais.


Acusação plural

Lula responde por corrupção passiva, tráfico de influência, lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito, obstrução da Justiça etc.


Um século

Somadas, as eventuais penas de Lula ultrapassariam mais de um século de cadeia, e o Código Penal ainda prevê agravantes. E multas.


STF vai barrar

Ministros do STF admitiram a esta coluna que uma eventual candidatura de Dilma será barrada no Supremo Tribunal (STF).


Palavra de ministro

“Provocado”, o STF fará cumprir o artigo da Constituição que prevê suspensão de direitos políticos de presidente que sofre impeachment.


Mau sinal

Na Assembleia Legislativa Estadual de Alagoas, na quinta, não apareceu um só deputado governista disposto a fazer discurso de solidariedade ao governador Renan Filho ou o pai, citados na Lista de Janot.


Pensando bem...

...o projeto de anistia ao caixa 2 segue em busca de alguém no Congresso para chamar de pai (ou mãe).


Contra o povo

Coube à Advocacia-Geral da União o vexame de recorrer em favor da cobrança de bagagens, em benefício das companhias aéreas. No final, o vexame foi maior: AGU e Agência de Aviação Civil perderam.


Odebrecht jantou com Lula

Além de um jantar com Michel Temer, já confirmado pelo presidente, Marcelo Odebrecht também jantou e almoçou várias vezes com Lula e Dilma. Com a ex-presidente, Marcelo jantou e almoçou, a sós, ao menos três vezes no Palácio da Alvorada, sendo duas vezes no ano eleitoral de 2014 e uma vez em 2015, antes da prisão dele. A Lava Jato deve tentar estabelecer conexão entre as datas dos encontros com licitações fraudadas e a assinatura de contratos superfaturados.


Assim, assim, ó

Odebrecht se reuniu com Lula mesmo quando ele já era ex-presidente. E o recebeu para jantar em sua casa, em 28 de maio de 2012.


Esconder por quê?

A PF achou trancado num cofre de Odebrecht um HD citando o jantar com Lula. Se fosse jantar inocente, não teria por que tentar escondê-lo.


Tudo se encaixa

Sindicalistas sócios da gráfica Atitude, acusada de intermediar propina para o PT, foram ao jantar do trem pagador que Odebrecht deu a Lula.


O Senado é o céu

Deputado estadual de SP, Eduardo Suplicy (PT) recebe, por mês, quase R$ 33 mil como aposentadoria pelo tempo que passou como senador. O ex-presidente José Sarney recebe mais de R$ 29 mil.


Pagamos 1.476 deputados

A legislação prevê 513 vagas para deputados federais eleitos nos 26 Estados e no Distrito Federal, mas o dinheiro do contribuinte é usado para pagar um total de 1.476, quase o triplo. A conta inclui, além dos deputados atuais, 501 que são aposentados, número correspondente a outra Câmara), além de 515 beneficiários que recebem pensão devido ao falecimento de 462 deputados que já exerceram mandato na Casa. Na Câmara, deputados podem se aposentar a partir de dois anos de mandato, fazendo opção pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC).


Ê vidão...

Cada deputado ganha por mês R$33.763, além de imóvel funcional ou auxílio-moradia de R$ 5.253 e até R$ 45 mil em despesas ressarcidas.


Mais ou menos conhecido

O prefeito João Dória Jr já não é um ilustre desconhecido no Nordeste. Se a eleição presidencial fosse hoje e ele o candidato do PSDB, teria 4% dos votos em Alagoas, de acordo com levantamento do Paraná Pesquisa. Ele tinha 4% no início da campanha à prefeitura paulistana.


Pensando bem...

...o goleiro Bruno saiu da cadeia e mostrou que é mais fácil sair do desemprego após ser preso por sequestro, tortura, homicídio etc etc.



:: Poder sem pudor


Senador interrompido

Disposto a ajudar o governo a assegurar o quórum da Comissão de Orçamento, o então senador Wellington Salgado (PMDB-MG) saiu às pressas do banheiro. Chegando ao plenário, reclamou de Heráclito Fortes (PI), que tentava obstruir a sessão. Língua afiada, Heráclito não perdoou:

- O senador Wellington Salgado reclamou que saiu correndo do banheiro. Agora, pode retornar o interrompido...




Coluna do jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder

|