a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
daniel thame
20.Maio.2017

Tite e mais 11


Goleiros. Diego Alves (Valencia) Ederson (Benfica) Weverton (Atlético).

Laterais: Alex Sandro (Juventus) Fagner (Corinthians) Filipe Luis (Atlético de Madri) Rafinha (Bayern de Munique).

Zagueiros: David Luiz (Chelsea), Gil (Shandong Luneng), Jemerson (Monaco), Rodrigo Caio (São Paulo) e Thiago Silva (PSG).

Meio campistas. Fernandinho (Manchester City), Giuliano (Zenit), Lucas Lima (Santos), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan), Rodriguinho (Corinthians), Willian (Chelsea).

Atacantes. Diego Souza (Sport), Douglas Costa (Bayern de Munique), Gabriel Jesus (Manchester City) e Taison (Shakhtar Donetsk).

Estes são os jogadores convocados para a Seleção Brasileira pelo técnico Tite para a disputa de dois amistosos contra Austrália e Argentina, em junho, ambos na Oceania, que para os nossos padrões geográficos fica um pouco além do fim do mundo.

Lista conferida, reconferida e o torcedor já está se perguntando, num tom, digamos, aecista:

- Mas que c..., onde está Neymar? Será que foi esquecido pelo p... do Tite?

Faz até sentido nessas plagas onde nada atualmente faz sentido. Com Felipão e com Dunga, com quem quer que fosse, a Seleção era Neymar mais dez.

A menos que estivesse machucado ou suspenso (incluindo providenciais cartões às vésperas de jogos desimportantes ou baladas importantes), Neymar era nome certo na Seleção, o dono do time.

Nome certo e obrigatório, posto que a Seleção era (e ainda é) uma mercadoria muito bem comercializada pela CBF, em acordos que nada ficam a dever a conversas e negócios dignos de Sodoma/Gomorra, perdão, de Brasília, o que, aliás, dá no mesmo.

Querendo ou não, Neymar tinha que ser convocado e jogar. Não tem mais. Tite peitou a CBF e, com a Seleção já devidamente classificada para a Copa da Russia, resolveu dar uma folga e não convocar o jogador.

Assim, Neymar poderá aproveitar as férias no Barcelona (a temporada europeia vai de agosto a maio) e curtir adoidado, porque tem todo o direito de fazer isso.

E Tite, com o cacife que tem, poderá testar a Seleção para jogar sem Neymar, que é imprescindível, mas não é insubstituível. Aliás, ninguém é. Daí as convocações de Rodriguinho e Taison, opções para o meio campo e o ataque.

Tite também fará experiências na defesa, testando novos nomes para as laterais e para a zaga.

Tudo dentro do script de uma seleção que não pode disputar a Copa da Rússia dependendo de um único jogador, ainda que este jogador seja excepcional.

Basta lembrar da Copa de 2014, do inesquecível 7x1 pra Alemanha.

Na Seleção que era Neymar e mais 10, agora é Tite e mais 11.

E segue o jogo.

É gol - O Bahia largou no Brasileirão em ritmo de Alemanha. Mas devagar com o andor, que os quase todos os santos são de barro.

É pênalti - Não vai sobrar quase ninguém nessa máquina de moer carne. God save the Queen, mas que arrume um tempinho na agenda pra salvar o Brasil também. Estamos precisados.



Coluna do jornalista Daniel Thame.

|