a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
daniel thame
22.Abril.2017

Quem vai dormir com a Orelhuda?


A mais importante competição de clubes do planeta, a Champions League, chega à reta final com quatro times na briga pela desejada “Orelhuda”.

Real Madrid, Atlético de Madrid, Juventus e Mônaco vão lutar pelo título.

Dois times da Espanha, um da Itália, um da França. Nenhum da Inglaterra ou da Alemanha, que ficaram pelo meio do caminho.

As quartas de final que definiram os quatro semifinalistas deixaram gigantes pelo meio do caminho e trouxeram surpresas na batalha da semifinal.

O Barcelona, por exemplo, parecia redivivo depois daqueles heroicos 6x1 sobre o PSG (heroísmo que incluiu um juiz gatuno, é bom que se diga). Só parecia.

Diante de uma Juventus excepcionalmente bem na defesa e com um candidato a cracaço de bola, o argentino Dybala, o Barça de Messi, Suarez e Neymar naufragou com um 0x3 em Turim e um melancólico 0x0 em Barcelona, num jogo onde apenas Neymar parecia querer alguma coisa com a bola, já que o M e o S do trio MSN estavam com a cabeça e os pés na lua. A Juve está vivíssima!

O Real Madri, de Cristiano Ronaldo (cada vez mais letal), Bale, Sérgio Ramos, Casemiro e Cia passou pelo poderoso Bayern de Munique em dois jogos eletrizantes, decidido na prorrogação, um dos gols de Cristiano Ronaldo num impedimento que até cego marcaria, não tivessem os juízes uma compulsão freudiana em ajudar os espanhóis.

O Bayern, de novo, ficou pelo meio do caminho e o Real já nem sabe onde pode colocar outra taça, tantas que já conquistou.

Surpresa, mas nem tanto, foi o Mônaco ter eliminado o tradicional Borussia Dortmund, com vitórias na Alemanha e na França. O time francês tem um ataque poderoso, com o renascido Falcao Garcia e outro candidato a cracaço, Mbappé.

A dupla vem triturando defesas e embora seja o menos tradicional dos quatro semifinalistas, o Mônaco, que também está a caminho do título francês, não pode ser descartado na briga pelo título.

Na disputa menos badalada, o Atlético de Madrid acabou com o conto de fadas do Leicester inglês. 1x0 na Espanha e 1x1 na Inglaterra, na menos empolgante das disputas.

Comandado por Diego Simeone, o Atlético é o mais argentino dos times europeus. Fechado na defesa, mortal dos contraataques, jogando sempre por uma bola. Não é por acaso que vem sempre chegando perto do título. Resta saber se finalmente chegará à praia...

Favorito?

Nenhum. Por ora, a Orelhuda namora os quatro, embora só vá se casar com apenas um. Quem será o felizardo?

É pênalti - Corinthians e São Paulo, eliminados da Copa do Brasil, fazem a melancólica semifinal do Paulistinha. O popular abraço de enforcado, onde o prêmio de consolação vale tanto quanto uma nota de três reais.

É gol - A queda do Barça foi um baque no sonho de Neymar em ser escolhido o melhor do mundo pela FIFA. E é bom correr, porque Dybala e Mbappé esão chegando. E Messi, definitivamente, está saindo.



Coluna do jornalista Daniel Thame.

|