Universo Online
Menu Rede Morena
    Morena FM     A Região     The Brazilian     Calango.com     Turismo na Bahia     Internet
  7.Setembro Volta ao inicio
Volta ao inicio
Inicio
Geral | Itabuna | Ilheus | Bahia | Malha Fina | Giro Geral | Opiniao | Servicos | Expediente
Volta ao inicio
DANIEL THAME
A Coluna
  • Daniel Thame é Chefe da Assessoria de Comunicação e Imprensa da Prefeitura de Itabuna. Jornalista renomado, foi editor de A Região por mais de 10 anos e colabora com o jornal.
  • Mais Daniel
  • FHC? Não, obrigado, bom apetite...
  • A propaganda do biscoito
  • O Apagão de FHC e a Era das Trevas de ACM
  • O anão de jardim
  • É o 14!
  • Um grito de liberdade
  • 13 anos
  • Renúncia
  • Três artigos que acompanham a renúncia de ACM ao mandato no Senado:
  • ACM e o painel
  • O que ACM vai dizer
  • O dia em que ACM fugiu
  •  
    Independência ou... porrada!

          Manhã chuvosa de 7 de setembro de 2000. Faltam exatos vinte e três dias para a escolha do novo prefeito de Itabuna, na mais disputada e eletrizante eleição da história da cidade.

    O desfile oficial obviamente seria utilizado como peça de propaganda do candidato governista, que disputava a reeleição. Naquele momento, o uso da máquina administrativa, o abuso de poder econômico e a parcialidade da justiça eram gritantes.

    Fernando Gomes, tomado pela soberba, se preparava para a vitória consagradora, derrotando de uma só vez Geraldo Simões, Ubaldo Dantas, Renato Costa e Davidson Magalhães.

    Inflado por pesquisas maquiadas e cercado por marqueteiros com Phd em bajulação, Gomes previa uma vitória com delirantes 20 mil votos de frente.

    Aos poucos que tinham coragem de lhe alertar para o equilibrio da disputa, claríssimo nas gigantestas manifestações de rua em apoio a Geraldo, o então prefeito respondia com o suprassumo da arrogância: eu já ganhei cinco eleições. Você ganhou quantas?. A conversa estava encerrada ali, sob aplausos dos lambe-botas de toda espécie.

    Mas, naquele 7 de setembro, além de toda a exploração da estrutura de poder, faltava a demonstração de força.

    Após o desfile oficial, estava programado o chamado Grito dos Excluídos, manifestação promovida pela Igreja Católica e entidades populares, sem qualquer conotação política. A caminhada, que não teria bandeiras dos partidos políticos, seria pacífica e passaria pelo palanque de Fernando Gomes quando ele já não estivesse lá.

    Até que, do palanque, alguém deu a idéia: não vamos deixar o pessoal caminhar pela Cinquentenário. Um repórter de tevê que estava ali ouviu outra frase: vamos pará-los, nem que seja na porrada. Foi a senha para que a Polícia Militar desse a ordem: não tem Grito dos Excluídos.

    Como não tem Grito dos Excluídos, cara pálida? Isso aqui é um movimento da Igreja, pacífico. Estamos numa democracia.

    Democracia é uma palavra que cavalos e cavalos com farda de PM desconhecem. Se a ordem era não descer, então ninguém desce.

    Há quem garanta que o vento da eleição virou ali. Quem viveu aqueles momentos, não esquece a pancadaria insana, os cassetetes, os cavalos avançando sobre pessoas indefesas, bombas de gás lacrimogêneo sendo lançadas aos montes. Uma criança de dois anos foi atingida nos olhos.

    O festival de violência durou cerca de 15 minutos. Mas suas consequências teriam o poder de irradiação capaz de mudar o destino da eleição.

    Imagens feitas pela equipe de tevê de Geraldo Simões foram utilizadas no horário eleitoral gratuito, enquanto o programa de Fernando, na mesma noite, exibia um horripilante clip em homenagem à independência. Nas imagens o candidato ungido exibia na face o 'já ganhei' de sempre.

    O contraste entre um candidato imperial e o povo apanhando da polícia foi magistralmente explorado pela coordenação da campanha de Geraldo. E se precisava de mais uma demonstração de truculência, ela foi dada no dia 10 de setembro, com uma cavalgada pelas ruas de Itabuna.

    Outra vez os cavalos!

    E veio a música 'Apesar de Você', fundindo imagens da pancadaria do 7 de setembro e da cavalgada do 10 de setembro.

    Para completar, veio a frase No meu voto mando eu, que hoje tem tantos pais e na verdade não tem pai nenhum. A frase, usada em campanhas do movimento sindical, estava hibernando entre as muitas idéias que eram levadas à produtora dos programas de rádio e tevê de Geraldo.

    Foi testada numa caminhada pela Cinquentenário, não mais do que 10 camisetas vestidas por integrantes da própria equipe, e se espalhou como um rastilho de pólvora até se transformar na frase mais forte de toda a campanha.

    Contra a truculência explícita, uma declaração de independência explícita.

    Já não era apenas o Grito dos Excluídos, mas o grito de toda uma cidade que precisava dizer que não tinha dono, que não era refém dos fernandos, borges e acms. Que não temia o coronel que fazia as vezes de capataz.

    Hoje, quando o distanciamento do tempo já permite uma análise racional daqueles momentos marcados por tanta emoção, pode-se dizer que em 2000 a Independência teve duas datas, embora uma tenha sido consequência da outra.

    No dia 7 de setembro, era Independência ou Porrada.

    E a porrada garantiu a independência. Mudou a história.

    Que, é preciso deixar bem claro, é sempre escrita pela ótica dos vencedores.

    Fosse outro o resultado e talvez se escrevesse aqui que há um ano a violência subjugou uma cidade inteira. Ou nem se escrevesse aqui porque muito provavelmente não haveria onde (e nem quem) escrever.

    Festejemos pois, com Grito dos Excluídos e tudo (desta vez sem polícia para reprimir) a independência que ajudamos a construir e somos todos responsáveis em manter.
     

    Verao
    Cinema
    Confira os filmes em cartaz no Starplex

    Dolar
    A cotação hoje

    Eventos
    A agenda de eventos da Bahia, do portal Calango.com

    Forum
    Comente, discuta, mande recado. O espaço é seu

    Links
    Os sites recomendados por A Região

    Balaio
    Os classificados online de A Região

    Marcel Leal
    Artigos do presidente da Rede Morena

    Caso Leal
    Mais de 3 anos de impunidade

    Calango.com
    Conheça o Portal da Bahia

    Propaganda
    Saiba como anunciar em A Região e confira a pesquisa de audiência


    [ Geral ] ....  [ Itabuna ] ....  [ Ilheus ] ....  [ Bahia ] ....  [ Malha Fina ] ....  [ Comercial ] ....  [ Giro Geral ]

    Copyright©2001 A Região Editora Ltda, Praça Getúlio Vargas, 34, 45600-000, Itabuna, BA, Brasil
    Telefax (73) 211-8885. Reprodução permitida desde que sem mudanças e citada a fonte.

    Click Here!