marcel
24.Setembro.2016

|

Brasil começa a desanuviar

A situação ainda está difícil, mas a economia começa a dar sinais de que vai se recuperar, depois da saída do PT do governo. Os alimentos caíram de preço pela primeira vez desde 2014, assim como a inflação. Há um ar de confiança no empresariado que vai se refletir no investimento em empresas e, por sua vez, na renda e emprego. Será aos poucos, mas acredito já num Natal bem melhor que o esperado.

Noves fora, restam dois nomes

Itabuna tem dois candidatos com boa chance de se eleger prefeito, ambos ficha limpíssima, competentes, sérios e honestos, mas cada um com um defeito. O de Mangabeira é a sua inexperiência para lidar com câmara se for eleito. O de Augusto, dizem, é não cumprir os acordos que faz. Mas são as melhores opções hoje.

O perigo vai vir lá de cima

Depois de 4 anos no espaço, a China perdeu o controle de sua primeira estação espacial, que está a caminho de cair na Terra. O problema, para todo mundo, é que ninguém tem ideia de onde será a queda, porque não há mais dados sendo transmitidos. Boa parte dela vai se desintegrar quando entrar na atmosfera, mas pedaços de 100 kg vão cair. Pode ser no mar, pode ser em Ferradas. Devia ser em Brasília...

Um para ser vigiado

renan calheiros Tentaram anistiar todos os políticos que cometeram o crime de caixa 2. Não deu certo, por pouco. Depois Renan Calheiros, investigado na operação, falou que o Congresso tem que aprovar leis para limitar a Lava Jato, alegando “exibicionismo” na denúncia contra Lula. O próprio Renan, segundo o Diário do Poder, fez parte do conluio para aprovar essa criminosa anistia para o caixa 2 e é investigado na Lava jato. Precisamos ficar de olho, o tempo todo, neste Congresso sujo, onde investigados vão tentar melar a Lava Jato com leis aprovadas na calada da noite. É vigiar e denunciar.

Ceplac foi morta em 2003

Desde o início do governo Lula digo que o plano era fechar a Ceplac. No caso de Lula, talvez porque FHC, logo antes de sair, visitou o órgão, fez a promoção de todos os técnicos e tinha planos para ela. Lula passou 8 anos diminuindo o orçamento para sufocar a Ceplac. Dilma fez igual e decretou o rebaixamento para departamento. Só segurou para não prejudicar a eleição dos aliados no sul da Bahia. Mas ele acabou assinado por Rodrigo Maia.

“Defensores” da Ceplac calados

Na época do anúncio do rebaixamento, Davidson, Bebeto, Geraldo, Rui Costa e outros pressionaram para reverter, de olho no marketing do “eu consegui”. Anunciaram que reverteram, mas era mentira. Eles devem ter pedido que o decreto só saísse depois de passadas as eleições. O azar foi a saída da megera e a publicação do decreto pelo presidente interino Maia. Tanto é verdade, que nenhum deles criticou o rebaixamento. Estão caladinhos.

Tá Russo, viu Mano...

Já morei em Sampa e tenho parentes queridos aos montes por lá, por isso eu acompanho a política local e vejo umas coisas curiosas. O Russomano, pela terceira vez, sai disparado na frente para terminar em terceiro ou quarto. A Marta e a Erundina, que destruíram São Paulo e transformaram a capital num grande camelódromo, deviam ter vergonha de se candidatar de novo.

Poemeu sobre Brecht

lula “Um dia vieram e levaram meu vizinho que era ladrão. Como não sou ladrão, não me incomodei. No dia seguinte, vieram e levaram meu vizinho que era comunista. Como não sou comunista, não me incomodei. No terceiro dia vieram e levaram meu vizinho petista. Como não sou petista, não me incomodei. No quarto dia, não levaram mais ninguém, porque a quadrilha já estava toda presa”. (Berto Brecha).

Repetindo outros ladrões

Eu sei que milhares de retardados acham a fala de Lula normal, talvez até genial, mas o que eu vejo, quando ele se diz mais honesto que todo mundo, é um reles ladrão repetindo o que todo ladrão fala ao ser preso: “não fiz nada”, “sou honesto”, “é armação”, “sou perseguido” porque sou negro / mulher / gay / tirei milhões da pobreza. Não conheço, nem nos livros de história, um governo que tenha causado uma tragédia tão grande, por propina, por poder, por arrogância.

O bom senso aposentado

Vendo um jogo da Inter de Milão, só pensava na idiotice que é a numeração das camisas. Tem jogador com número 87, 49, etc. Essa idiotice começou com outra, a de "aposentar" camisa para homenagear craque que se aposentou. quando 100 se aposentarem, como vai ficar? Todo time tem 11 jogadores e a numeração das camisas devia ser de 1 a 11, como foi criada para designar as posições no campo. Simples assim.

Quer ver uma coisa ótima?

Estou assistindo (e é difícil parar de assistir) a série Touch no Netflix, com Kiefer Sutherland. Ela trata de um garoto autista que enxerga conexões passadas, presentes e futuras entre as pessoas, podendo antecipar o que vai acontecer e quem precisa encontrar quem. As estórias de cada capítulo são emocionantes, inteligentes, do tipo que não deixa você desgrudar os olhos.

Genialidade concorrendo

djavan Djavan, Martinho da Vila, Elza Soares e Michel Teló são os brasileiros indicados ao Grammy latino que, num conceito bizarro, agregou a música da Itália na premiação que é para países da América Latina. Djavan tem quatro indicações: gravação, álbum, cantor e compositor, canção em língua portuguesa, com o álbum “Vidas Pra Contar”, e merece vencer em todas. Muito mais valorizado no exterior, onde é colocado entre os maiores do mundo, aqui é quase ignorado.

Baiano em lista vip mundial

Tem baiano dando orgulho ao estado. O Business Insider, um dos maiores sites de notícias de negócios do mundo, anunciou os “The 30 Most Creative People in Advertising 2016”. Sergio Gordilho, baiano e copresidente da Africa, é um dos selecionados e o único que representa uma agência brasileira na seleta lista.

Novo livro está a caminho

No ano passado escrevi um ebook, livro eletrônico, chamado “PES 2016 – Como jogar a Master Liga como um profissional”, lançado na Amazon. Como já estou jogando e analisando o PES 2017, começo em breve a escrever “PES 2017 – Manual de Sobrevivência para Vencedores”, voltado para táticas, estratégias e gestão de time.

:: Por falar nisso... ::

* * Estou aqui, fazendo a coluna numa sexta-feira estressante, mas nem ligo, porque estou ouvindo os discos de Robin Trower. Música anula qualquer chatice.

* * Uma verdade antiga e atual: não há mal que sempre dure (ou recessão).

:: Post-it virtual ::

Vaidoso e arrogante, Lula se achava um rei. Hoje é só réu ** Sinto saudade de pilotar avião, fazer trilha de moto, acampar, escalar. Mas cada etapa da vida tem suas atrações e paixões, como as que tenho hoje ** O novo plano para o ensino médio me parece muito bom, mas acho que o maior problema é o fundamental, que entrega semi analfabetos ao médio ** Essa crise toda tem uma vantagem: você descobre quem é amigo, quem não é.


Mais colunas:

Cláudio Humberto, politica
Hélio Castro Neves, velocidade
Daniel Thame, esportes
Juliana Soledade, cronicas
Diogo Caldas, coluna social
Carta ao Leitor, editorial
Tech, tecnologia e games
Malha Fina, notas ácidas

compre fazenda
Anuncie aqui: anuncio@aregiao.com.br

Copyright©1996-2016 A Região Editora Ltda, Praça Manoel Leal (adami), 34, 45600-023, Itabuna, BA, Brasil | Reprodução permitida desde que sem mudanças e citada a fonte.