a regiao
Find more about Weather in Itabuna, BZ
21.Janeiro.2017
malha fina

Fim do governo

cuma Com apenas 21 dias de governo, “nunca antes na história de Itabuna” um prefeito chegou com tanta reprovação ao poder, 77%. O itabunense vê o ficha suja com desconfiança, segundo pesquisa feita nesta semana por um grupo.

Estaria demitido

Os números ainda estão sendo tabulados. Bancada por médicos, advogados, empresários e políticos que participam de um grupo em defesa da cidade, a pesquisa mostra que, se a eleição fosse hoje, o ficha suja não seria eleito por aqui.

Arrependimento

O coroné ficha suja até agora só deu mancada. Em menos de 20 dias a OAB e MP já movem ação contra Gomes. O namoro com a Câmara de Itabuna terminou antes da lua de mel e barrou o projeto de lei por recomendação do MP.

Divididos

O ritmo que toca na Câmara de Itabuna é o samba do crioulo doido. De um lado, os vereadores que viram na reforma administrativa um gancho para aumentar seus ganhos com indicação dos apaniguados para cargos de altos salários.

Sonho meu

Do outro lado, o presidente Chico Reis, ou melhor, o pai Cosme sonha em comandar o DEMO e ver o filho sentado na cadeira de prefeito, com a possibilidade do STF destituir o prefeito ficha suja. No meio, vereadores de um mandato só.

Patético

O sindicato dos bancários de Itabuna, comandado há anos pelo PCdoB, insiste em falar em “golpe”. Enquanto isso, seu partido fechou o apoio ao candidato da base de Temer, do DEM, para presidente da Câmara dos Deputados...

Volta dos zumbis

A cada nomeação, a velha quadrilha vai ganhando formato. Os “agatunados” que viviam sumidos na sarjeta vão reaparecendo, todos com a tripinha murcha, sedentos e esfomeados, andando a pé. Logo começam a exibir carrões.

Em pé de guerra

despejo O pessoal daquele departamento chamado Ceplac está tiririca da vida. Além de ser enganado, a cada dois anos, com promessas de voltar a ter alguma relevância, desta vez o pessoal de extensão pode ser despejado pela turma da UFSB.

Despejo já

Segundo uma fonte ceplaqueana, a UFSB quer despejar o Centro de Extensão (Cenex) até 31 de janeiro, para instalar no prédio sua reitoria que, por sua vez, corre o risco de ser despejada de Ferradas por não pagar o aluguel há meses.

Tudo acertado

Dizem que o diretor Juvenal Maistarde já aceitou a demanda de Naomar almeida, reitor da UFSB. “Não consultaram ninguém, nem conversaram com os servidores. Querem despejar um departamento com 50 anos de serviços”.

Sarney baiano

Se o deputado Marcelo Nilo conseguir se reeleger presidente da Assembleia Legislativa, já poderá ser chamado de “Sarney da Bahia”. Não sai da cadeira há 10 anos, desde 2007, e ficaria mais 2. Seriam 5 mandatos seguidos, sem tirar.

Tabaréu-chefe

Tabocas passou a ter como secretário de Trânsito Cláudio Dourado, político sem qualquer capacitação na área, que administrava uma cidade que cabe num bairro de Itabuna e tem meia dúzia de ruas, Ibicuí. Imagine na cidade grande.

Novo cacique

As manobras para o vereador Chico Reis assumir o poder estão sendo ampliadas com a decisão do comando do DEMO de destituir Marilice e entregar o trono ao advogado Cosme Reis, pai e cérebro do presidente da Câmara.

Mais um escândalo

O prefeito ficha suja não para de se superar. Usar decreto emergencial para contratar atrações de carnaval é pouco. Inovou contratando a empresa de assessoria contábil de uma figura carimbada em esperteza, de gestões anteriores.

Negociatas

Dizem que a empresa contratada pelo ficha suja para consultoria em licitações, por R$ 180 mil, foi banida do governo Vane por suspeita de “negociar” com fornecedores nos corredores da prefeitura. Daí a opção por não fazer licitação.

Mentira curta

A mentira sobre corte de gastos na Prefeitura de Itabuna foi desmascarada pelos vereadores ao analisar a proposta de reforma administrativa. A Prefeitura divulgava que ia economizar, mas só reduziria em 87 os cargos comissionados.

Mamata certa

E os vereadores viram o que A Região já tinha denunciado: a criação de novos cargos com salários nababescos de R$ 10 mil e R$ 11 mil. Ao invés de economizar, a reforma ia na verdade aumentar o gasto mensal em R$ 4,5 milhões.

Depende da isca

Vendo que será difícil emplacar indicados nesses cargos, criados para trazer de volta o bando que sempre esteve com Fernando Gomes, alguns vereadores falam em mudar o projeto. Mas se o prefeito acenar com alguns desses cargos...

Aterrorizado

Dizem que tem um ex-secretário que, se atirarem nas partes baixas do secretário de Sustentabilidade de Itabuna, John Nascimento, acertam em cheio a boca do ex. Ele morre de medo de ser devolvido para a secretaria de governo.

Traíra azul

A cacique de Governo, Marilice, não esqueceu as traquinagens do rapaz na última gestão do ficha suja Fernando Gomes. Herdado pelo governo Azevedo, o cara barrou todos os interesses do ex-chefe Cuma dentro da secretaria.

Perdidões

naomar e juvenal A turma do cacau, que vive em guerra constante com ela mesma, acaba criando vários grupos na internet, porque todos querem ser liderança. Estão sem rumo, sem mato e sem cachorro com Juvenal Maynart na Ceplac.

Aqui tem chefe

Juvenal diz que vai ditar o programa de recuperação do cacau, não vai engolir “esse povo que já nasce velho”, e que dentro da Ceplac vai passar o rolo compressor na oposição. Jackson Moreira, do PT, chefia o setor de perseguição.

Melhor que Val

O ex-prefeito de Ilhéus, Valderico Reis, conseguiu demitir o secretário de Saúde que só tinha 20 dias na pasta. Marão quer mostrar que é melhor que Valderico e teve a ajuda da secretária Luciene Moura. Pediu demissão em 18 dias.

Era mentira

Luciene não gostou de ser usada na decretação do estado de emergência na Saúde, sem fundamento. Além disso, o ex-secretário Antonio Ocké demoliu as alegações de Marão para o decreto, que libera geral a compra sem licitação.

Humor cadavérico

Continua mistério o incêndio no cemitério de Una. A polícia ainda não sabe se o incêndio foi acidente ou intencional, mas os gozadores de plantão da cidade informam em primeira-mão: “já se sabe que não sobrou ninguém vivo por lá”.

Facções oficiais

Na Bahia, as Policias Civil e Militar entram em constante desentendimento, como na sexta-feira 20, pela manhã, na periferia de Salvador, onde por pouco não houve confronto armado. O Ministério do Crime Organizado agradece.

|