Políticos debatem Ceplac no MAPA

Um grupo de deputados federais participou de audiência com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, em Brasília. O encontro, que contou com o secretário da Agricultura da Bahia, Vitor Bonfim, discutiu a reestruturação da Ceplac, rebaixada a departamento no governo de Dilma Rousseff.

A Ceplac não tem personalidade jurídica definida, não realiza concurso público há 30 anos e vive sem recursos orçamentários suficientes. Depois de 60 anos, a reestruturação da Ceplac foi iniciada pelo Governo Temer em junho, com o objetivo de adequá-la à nova realidade.

Como faz o Ministério da Agricultura, que também passa por mudanças. Desde sua criação, a Ceplac sempre enfrentou a oposição de políticos regionais e de outros estados. Teve apoio apeans dos que buscavam votos no sul da Bahia a cada eleição.

O Ministério diz que, com maior apoio aos cacauicultores, haverá mais incremento à lavoura e investimentos por meio de crédito rural, entre outras medidas de incentivo, já que o governo trabalha para revitalizar a economia cacaueira no prazo de cinco anos.

A expectativa é de que a produção de amêndoas no Brasil seja ampliada em até 50%, atingindo 300 mil toneladas anuais. Atualmente, as previsões são de 165 mil a 170 mil toneladas na atual safra, segundo cálculos que consideram os recebimentos semanais de cacau.

19:19   |