ACM Neto expoe Salvador 360 em SP

O prefeito de Salvador, ACM Neto, apresentou nesta quarta o programa Salvador 360 na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista. Ele apresentou os 8 eixos do programa e revelou resultados já alcançados.

A apresentação foi seguida de um debate entre o prefeito e empresários mediado pelo jornalista Rodrigo Bocardi.

"Queremos chamar a atenção de empresários do Brasil inteiro para as oportunidades que Salvador está gerando com esse programa, que só foi possível porque fizemos, no primeiro mandato, o nosso ajuste fiscal, equilibramos nossas contas e passamos a ter capacidade de realizar obras de impacto".

"Isso sem falar que reformamos a legislação, a exemplo do PDDU (Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano), Louos (Lei de Ordenamento, Uso e Ocupação do Solo) e, mais recentemente, o novo Código de Obras da cidade", afirmou o prefeito.

Neto anunciou que na próxima segunda-feira (11) já estará no ar o Portal Simplifica, que visa desburocratizar o acesso aos serviços públicos. Num primeiro momento, vai permitir o licenciamento expresso, em até 48 horas, para cerca de 20 serviços na área de construções.

"Ao longo do próximo ano, vários outros serviços poderão ser solicitados pelo portal, inclusive o pagamento de multas de trânsito".

Um dos eixos que mais despertou a atenção dos empresários foi o Salvador Negócios, que prevê a atração de investimentos através de incentivos fiscais. O eixo prevê 30 medidas com um pacote de incentivos. "Fomos conversar com os principais segmentos econômicos da cidade".

"E também com aqueles que tinham potencial. A partir disso, definimos esse conjunto de ações. Não foi algo de nossa cabeça", contou o prefeito. Entre os setores estimulados estão o da construção, call center, turismo, varejo, têxtil, tecnologia e economia criativa.

ACM Neto contou que os incentivos somam R$ 65 milhões, a exemplo da redução em 50% da outorga onerosa para o mercado da construção civil, isenção de 50% do IPTU por 36 meses para empresas de call center e cobrança de apenas 2% do ISS para o turismo e hotelaria.

"Os resultados já estão aparecendo. Depois do lançamento do programa, conseguimos assegurar 14,5 mil novos empregos. E a cidade ganhou também em arrecadação. Houve um incremento de 48% na concessão de alvarás. No setor de supermercados, o crescimento foi de 92%".

ACM Neto detalhou os projetos do Centro Histórico, onde haverá investimentos de R$ 200 milhões em 20 intervenções. Ele apresentou projetos como a Casa do Carnaval e o Revitalizar, destacou os R$ 3 bilhões em investimentos previstos pelo eixo Investe, que prevê obras como o BRT e o novo Centro de Convenções.

0:38   |