Dnit ignora uma cratera na BR-101

A Superintendência do DNIT na Bahia, embora tenha conhecimento, não definiu medidas para a recuperação da erosão que ameaça um trecho da BR-101 próximo a Itabela. Os motoristas ficam assustados com o risco de acidentes.

Eles são grandes, mesmo com a ação do Ministério dos Transportes de colocar setas refletoras e barreiras para alertar os motoristas. O portal Radar 64, de Eunápolis, noticia que nesta quarta o coordenador do Dnit, Aldo Apolônio, informou que há 15 dias enviou um projeto para Salvador.

Não há previsão de quando a obra vai ser realizada, embora haja urgência pela proximidade do aumento do fluxo de veículos em decorrência das festas de fim de ano, férias e alta estação. A cratera fica no km 751, nas proximidades da ponte do Rio dos Frades.

Nesta semana, por sorte dois ocupantes de uma moto não caíram na erosão de 30 metros de profundidade e só não despencaram no abismo porque bateram em um cordão de asfalto de 30 centímetros que o Dnit instalou no local para evitar que a chuva aumente a erosão.

Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal Marcelo Santana, o piloto da moto, Fabiano Nascimento dos Santos, 20 anos, fraturou o fêmur e contou que, ao tentar evitar uma colisão com uma carreta, desviou para o acostamento. O amigo dele, João Gustavo Dias de Almeida, de 19 anos, teve apenas escoriações.

O motociclista está internado no Hospital Regional de Eunápolis.

0:39   |