a regiao
find more about weather in itabuna, bz

Vida de PES


Encontre sua formação ideal

experimentando várias, jogando duas ou três partidas com cada uma. Quando encontrar a que combina melhor com sua maneira de jogar, compre e venda jogadores de acordo com ela.

No meu caso, experimentei umas 10 formações diferentes e encontrei a ideal para mim na 3232, com três zagueiros (um bom de cabeça no meio e dois bem rápidos nos lados, para enfrentar os pontas atuais), um volante defensivo que vira meia quando o time ataca, uma meia que participa dos ataques e volta para defender.

Na frente, um ala de cada lado, que viram pontas ou segundo atacante com a bola. Sem ela, voltam para defender. Mais um meia atacante pelo centro que tenha bom chute e passe, um centro avante e um segundo atacante.

Na saída de bola do adversário, todos eles pressionam e, muitas vezes, roubam a bola perto da grande área do outro time. Com esta formação e estilo de jogo, quem mais se cansa são os dois alas e o meia atacante.

Por isso, minha prioridade foi achar reservas que se encaixam bem nestas posições, mantendo meu estilo. Dispensei todos os laterais, já que não uso nenhum e investi em ter dois bons caras para cada posição e um terceiro para ser formado no time (abaixo de 21 anos).

Uma coisa importante é dar tempo de jogo para todos. No caso dos reservas imediatos, se eles jogarem raramente, no fim da temporada vão colocar em suspenso a renovação do contrato e mudar para outros times, sem que voce receba um centavo por isso. Já os "em formação" só vão melhorar as habilidades jogando de vez em quando.

Eu tenho um sistema para isso. Sempre substituo 3 jogadores por jogo, mesmo que não precise, para dar tempo de jogo para os reservas. A cada 3 ou 4 jogos coloco até três reservas iniciando o jogo. A cada 5 ou 6, deixo dois "em formação" no banco e coloco para jogar nos 20 minutos finais. Isso evita contusões e melhora todos.

O jogador certo

nem sempre é o que tem mais habilitade ou OVL. Muitas vezes um jogador com menos habilidades ou OVL pode ter um desempenho melhor no seu time.

Um exemplo é o Pogba, um craque cheio de talento, mas que não vem tendo no Manchester United o mesmo desempenho que tinha na Juventus. Apesar de ter feito uma boa temporada, foi apenas isso, boa, sem justificar o que foi pago por ele.

Assim como na vida real, na Master League do PES rola a mesma coisa. Numa ML que jogo com o Chelsea, comprei Pogba para a segunda temporada e coloquei Ramires no banco. Depois de 10 jogos, vi que Pogba estava longe do que eu esperava e recoloquei Ramires como titular.

Os números mostram a diferença. Com Pogba, em 10 jogos levei 9 gols (0,9 por partida) e fiz 12 gols (1,2 por jogo). Com Ramires, nos outros 28 jogos da temporada, só levei 11 gols (0,4) e fiz 78 (2,78). Isso acontece porque Ramires é excelente em desarme, muito rápido no contra-ataque e tem excelente passe.

Ele como meia, ao lado de Kanté como volante, mataram a maior parte dos ataques adversários sem que a bola tenha sequer chegado na defesa. E a partir daí Ramires iniciava um contraataque muito rápido, dando o passe que iniciava cada jogada que chegou ao gol.

Ainda por cima, Ramires nunca se cansa, mesmo correndo o jogo todo. Para mim, foi um erro o Chelsea ter vendido Ramires para a China. No meu Chelsea, ele fica até se aposentar.

ML do PES2017 é desafiadora

na estreia com time genérico e muito difícil mesmo para quem joga o game de futebol há muitos anos. Os jogadores vão de péssimos a “mais ou menos”, sem nenhum destaque. Nas edições anteriores pelo menos um jogador tinha acima de 80 overall, como o famoso Allejo. Desta vez, nenhum.

Nosso editor Marcel Leal, autor do e-book “PES 2016 - Dominando a Master League como um profissional”, explica como sobreviver à sua primeira temporada com este time, vencer a segunda divisão e reforçar seu time para a primeira.

Uma das dificuldades é que o PES 2017 traz duas mudanças importantes no mecanismo de compra de jogadores. No PES 2016 você podia estourar o orçamento na janela de transferência e repor o dinheiro ao longo da temporada. Agora, só pode usar o determinado.

Outra mudança é que a verba está dividida entre taxa de transferência e salário. A da taxa é razoável, mas a de salário é muito pequena. Com isso, mesmo tendo ainda dinheiro para a taxa, você fica impedido de comprar um jogador porque a verba de salários acaba rápido.

Empréstimos

“A saída é, ao invés de comprar todos os jogadores que precisa, comprar os mais jovens, que podem ser revendidos mais tarde com lucro, e pegar emprestado os de maior valor”, explica Marcel. Os empréstimos envolvem só a taxa e, em geral, cada um fica entre 2 e 3 milhões de euros.

“Usei como base os jogadores Assis, Melikov, Erikson, Vasilj, Legoida, Giorza, Sahnoune, Castledine, Q. Arcas, S. Coutinho e Jarvis. Peguei emprestado para a defesa os zagueiros Caulker e Gentiletti e o volante defensivo D. Eca. Comprei o segundo atacante Lobato e Aartmen (junior)”.

Marcel conta que foi duro, mas ganhou a Championship, segunda divisão da Inglaterra, no último jogo, por um ponto sobre o Aston Villa, em jogo dramático de 1x0. “Neste meio tempo, vendi todos os jogadores abaixo de 70 de overall, mantendo um ou dois por falta de compradores”.

Para encarar a Premier League ele precisava reforçar todas as áreas do time, mas o orçamento de salários não daria para quase nada e o de transferência só compraria uns 3 jogadores médios. A saída, novamente, foi usar e abusar dos empréstimos de jogadores.

Montando o time

A equipe própria se limitou a 19. O resto foi emprestado e aqui a vantagem é que você não paga salários, apenas uma taxa de transferência baixa. Então foi possível agregar ao time o bom goleiro Beto, o volante Fernando, o meia Kovacic, o ala direito Tannane.

Deu ainda para pegar dois excelentes meia-atacantes, Barkley e Oliver Torres, os atacantes Roberto Firmino e Llorente. “Comprei só o ala esquerdo Heung-Min Son, o ala direta Lennon (do time de juniores), os zagueiros Miazga e Zaccardo”.

O empréstimo é a saída para encarar a Premier League, onde voce precisa de jogadores acima de 75 overall ou com habilidades acima de 80. É o caso do zagueiro Miazga, que tem 82 de roubo de bola e velocidade razoável, 77, essencial para enfrentar os velozes laterais da primeira divisão.

O volante defensivo também precisa ter estas duas habilidades fortes. Seu pessoal de meio-campo precisa ter bom passe e controle de boa, os laterais têm que ter velocidade, drible e passe longo; os atacantes, finalização e drible.

“Boa parte do e-book do PES2016 ainda se aplica, porém muita coisa mudou na Master League e o que dava certo antes não resolve mais. Existem novas estratégias e táticas, a complicação na compra do time e várias outras coisas. Já estou estudando, analisando e escrevendo o novo e-book”.

Dúvidas? Mande no Twitter Vida de PES