SANGRAMENTO UTERINO IRREGULAR
DISTÚRBIOS HORMONAIS
amenorréia
sangramento uterino irregular
INFECÇÕES VAGINAIS
INFECÇÕES URINÁRIAS
INFLAMAÇÃO PÉLVICA
ENDOMETRIOSE
MIOMA
OVÁRIOS POLICÍSTICOS

VISITA AO GINECOLOGISTA
ROTINA DE EXAMES
CUIDADOS COM O ÚTERO
ATENÇÃO AOS SEIOS
PRECAUÇÕES COM A PELE

O QUE É
Inclui desde fluxos intensos ou ralos à escapes ou sangramentos fora do ciclo menstrual. Entre as causas possíveis do sangramento uterino irregular se destacam: distúrbios hormonais, excesso de exercícios ou de peso, presença de miomas, estresse emocional, menarca recente ou aproximação da menopausa. A falha na ovulação (ou anovulação) está por trás da maioria dos sangramentos irregulares.
SINTOMAS
Sangramentos imprevisíveis com características via de regra desiguais entre si quanto a duração, quantidade do fluxo, distância de tempo de um para outro.
DIAGNÓSTICO
Investigação médica do histórico de doenças familiares e exames laboratoriais permitem identificar as causas do sangramento irregular. Entre os exames laboratoriais são obrigatórios o de dosagem dos hormônios sexuais, o exame da tireóide e o ultrassom pélvico para observação de eventual anormalidade nos órgãos reprodutivos. A dosagem de ferro no sangue também pode ser necessária para finalização do diagnóstico.
TRATAMENTO
Se a causa for alguma doença, o seu tratamento acaba com o sangramento irregular. Se a origem do distúrbio for hormonal será necessário usar suplementos sob a forma de contraceptivos para resolver o problema. Em geral são recomendadas neste caso as pílulas anticoncepcionais de progesterona. Além da terapia hormonal também é comum o uso da curetagem para remover a camada do endométrio com problema e permitir o crescimento de uma nova camada de tecido, mais saudável.