INFORMACÃO<Guia de raça << BERNESE MOUNTAIN DOG >>
  


BERNESE:
ALÉM DAS MONTANHAS

Belo e com muitas qualidades, o Bernese Mountain Dog, também chamado Boiadeiro Montanhês de Berna, vem conquistando admiradores no mundo inteiro. Os termos "montanhês" e "boiadeiro" incluídos nos nomes dados a esta raça fazem justiça à força e rusticidade do Bernese Mountain Dog, sem revelar, porém, outras qualidades importantes que favorecem a sua expansão nos dias de hoje.

 
 

DISPOSIÇÃO

Já há 2 mil anos o exército romano usava ancestrais do Bernese como guardiões de acampamentos e para auxiliar no transporte de cargas através dos Alpes. Na Suíça onde se desenvolveu neste século, pastoreou e protegeu pequenos rebanhos de gado e de ovelhas, típicos das pequenas propriedades da região, e substituiu o cavalo, de manutenção bem mais dispendiosa, puxando pequenas carroças com lã e laticínios até o mercado. Da região de Dürrbach vem o primeiro nome conhecido da raça "Dürrbachler", onde esse cão, no século XVIII, era criado e vendido pela sua disposição ao trabalho e simplicidade de cuidar. Atualmente, com a modernização das fazendas, a criação da raça é quase apenas para a companhia e guarda. O uso da raça em outras funções é feito mais por tradição.

EXPANSÃO

Não há quem não admire sua cor, porte e temperamento dócil e calmo. É muito ativo, limpo e apegado às pessoas de casa. As características e qualidade do plantel original tornaram-no muito popular na Suíça, onde é chamado de "O Cão da Família" e tem participações bem-sucedidas nas exposições cinófilas, provocando um crescente interesse em outros países. Seu desenvolvimento começou no final do século XIX, com o criador Franz Schertenleib, que selecionou alguns cães com estrutura mais robusta para criá-los na região de Burgdorf, em Berna, na Suíca, de onde vem seu atual nome, Berner Sennenhund (sennen=boiadeiro, hund=cão) e onde surgiu o primeiro clube da raça, em 1907, o Klub für Berner Sennenhund.
Essa entidade, em 1954, começou a verificar as ninhadas e desde 1964 só permite a reprodução de exemplares aprovados no exame, chamado "Anköhrung", feito a partir dos 15 meses de idade. São observados a saúde, incluindo isenção de displasia traseira e dianteira, as características físicas conforme o padrão e o temperamento, que deve ser sociável e destemido.

 "Encantei-me com a beleza, o caráter meigo desse cão e sua semelhança com os Rottweilers" 


Em muitos países, o Bernese participava de provas de pastoreio de gado, ovelhas e gansos, além de puxar crianças em pequenas carroças, com visível alegria, em feiras e eventos. No Brasil, onde o primeiro casal de Berneses chegou em 1976, há hoje cerca de 150 exemplares, um plantel com tendência à expansão, favorecido até por importações de criadores de outras raças, como Gilda Gazolla de Rezende, do Canil Tapiratuba GG em Alfenas-MG, que há 10 anos cria Rottweilers. "Encantei-me com a beleza, o caráter meigo deste cão e sua semelhança com os Rottweilers, no porte e instinto de proteção", conta. Especializada há 8 anos exclusivamente em Berneses, a criadora Cecília Spinelli, do Canil Klamm D'Innsbruck, em Ribeirão Preto-SP, confirma. "É muito sociável, mas desconfiado com estranhos. Silencioso, só late quando é extremamente necessário". Ernest Brunner, criado há 16 anos pelo Canil Lago de Zurigo, em Porto Alegre-RS, complementa que "é companheiro nato, um guardião defensivo e tem nessas funções o seu maior aproveitamento na atualidade, seja no campo ou na cidade". Comenta também a procura pela raça. "Tenho uma boa lista de espera de pessoas ansiosas por um Bernese Mountain Dog".

FICHA

Escolha do filhote: exija Atestado de Isenção de Displasia dos pais. Cores: preto intenso com marcações tan (castanho). Branco nos pés, no peito (de preferência em forma de cruz), na ponta da cauda (desejável, não obrigatório) e na cabeça (do focinho estendendo-se por entre os olhos). Olhos: castanhos escuros. Pelagem: fina. lisa, longa e levemente ondulada. Orelhas: triangulares e pendentes. Cauda: pendendo até o tornozelo. Base: Padrão CBKC-1993. Cuidados: Necessita de razoável espaço ao ar livre para exercita-se, não sendo indicado para viver em áreas pequenas. Sua pelagem, mesmo quando criado no campo, dificilmente embaraça ou retém sujeira. Exige apenas cuidados de higiene básica, bastando banhos e escovações ocasionais.
A única cirurgia estética é a remoção dos ergots (5os dedos) entre 5 a 7 dias de vida. Altura: macho, de 64 a 70 cm. Fêmea, de 58 a 66 cm.
Clube Suíço: Klub für Berner Sennenhund, tel (0041054) 747-1366.

Agradecemos aos entrevistados, inclusive pela revisão do texto final, da qual participou também Hilda Drumond. Reportagem e redação: Jorge Bechara. Edição de texto: Marcos Pennacchi. Foto: Luiz Henrique Mendes Prop.: Canil Klamm D'Innsbruck, Ribeirão Preto-SP

Direitos autorais do texto: Cães&Cia, é proibida a reprodução total ou parcial do texto

 
  
conheça também: